Regulação

ANP reduz temporariamente o percentual de mistura de biodiesel


BiodieselBR.com - 16 jun 2020 - 13:10 - Última atualização em: 16 jun 2020 - 15:15

A conta dos erros na condução do L72 chegou. A diretoria da ANP decidiu reduzir a mistura de biodiesel de 12% para 10% entre os dias 16 a 21 de junho. O objetivo é evitar que as distribuidoras deixem de entregar diesel por falta de biodiesel para fazer a mistura obrigatória.

Esse problema está acontecendo porque a agência, ouvindo sugestões do mercado, decidiu que as usinas só precisariam entregar 80% do volume vendido durante o 72º Leilão de Biodiesel, certame responsável pelo abastecimento da demanda do terceiro bimestre deste ano. Como o leilão foi realizado no auge da incerteza da pandemia, as distribuidoras compraram um volume que, quando limitado a 80% do total, se mostrou menor do que o necessário para atender a demanda. 

A ANP já está realizando um leilão complementar para comprar biodiesel para atender a demanda a partir do dia 22 de junho, mas, em razão de limitações relacionadas aos prazos de entrega, a oferta está sendo menor que a demanda. A Etapa 3 realizada ontem e hoje esgotou o volume ofertado e a disputa ainda se prolongou por mais meia hora, mostrando que há demanda para mais biodiesel. 

Veja abaixo a íntegra da nota da ANP enviada a imprensa:

A Diretoria Colegiada da ANP, com a concordância do Ministério de Minas e Energia (MME), aprovou hoje (16/6) a redução excepcional e temporária do percentual de mistura obrigatória do biodiesel ao óleo diesel dos atuais 12% para 10%, de 16 a 21 de junho de 2020. A medida é necessária para dar continuidade ao abastecimento nacional, uma vez que as entregas de biodiesel previstas para o período citado poderiam não ser suficientes para atender à mistura de 12% ao diesel B, que vem sendo bastante consumido, apesar da atual situação de pandemia.

BiodieselBR.com com informações da assessoria da ANP

Tags: B10 B12