Produção e consumo

Importação de diesel se manteve acima de 1 bilhão de litros pelo 2º mês


BiodieselBR.com - 10 jun 2021 - 17:17

Pelo segundo mês consecutivo, as importações brasileiras de óleo diesel ficaram acima da marca de um bilhão de litros. Segundo os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Economia, o país precisou trazer aproximadamente 1,34 milhão de m³ do derivado para manter seu mercado abastecido. Isso é praticamente o dobro do volume que havia sido importado no mesmo período de 2020, quando 694,4 milhares de m³ entraram no país.

O gasto no período foi de US$ 621,6 milhões, praticamente estável – alta de 0,4% – em relação à abril.

Esse foi o segundo mês seguido em que as importações se mantiveram acima de 1 milhão de m³. Isso já não acontecia desde julho e agosto de 2020. As importações deslancharam em abril quando 1,38 milhão de litros de diesel chegaram aos portos brasileiros.

De janeiro até agora, o Brasil já teve que importar cerca de 5,08 milhões de m³ de óleo diesel. Esse é o segundo maior volume para o período – perdendo apenas para os 5,56 milhões de m³ nos primeiros cinco meses de 2018.

Mudança

O maior fornecedor de diesel para o mercado brasileiro em maio foi a Índia. O país asiático foi a origem de 44% do total comprado pelos brasileiros – 596,8 mil m³ de diesel indiano entrar no país por US$ 265,6 milhões.

Já fazia um bom tempo que a Índia não aparecia no topo do ranking dos fornecedores de diesel para Brasil. A última vez foi em novembro de 2015. De lá para cá os Estados Unidos lideraram o ranking de forma ininterrupta por 65 meses.

Alta

Os preços do diesel importado também se mantiveram na trajetória iniciada em meados do ano passado. Embora tenha tido momentos de inflexão, os preços já acumularam alta de 98,2% nos últimos 11 meses.

Em maio, cada m³ de diesel importado entrou no mercado brasileiro custando em média US$ 462,18. Esse é o maior valor desde fevereiro de 2020 e reverte integralmente as perdas no preço causadas pela disseminação do coronavírus pelo mundo.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com