BASF
Produção e consumo

ANP divulga produção de biodiesel de novembro


BiodieselBR.com - 18 jan 2012 - 07:40 - Última atualização em: 29 mar 2012 - 11:54

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) acaba de liberar os números sobre a produção de biodiesel de novembro passado. No mês, a indústria brasileira fabricou pouco mais de 219,3 milhões de litros de biodiesel. Com isso – e faltando ainda os dados relativos à dezembro –, o acumulado total da produção de biodiesel no Brasil durante 2011 (2,42 bilhões de litros) superou o total de 2010 (2,38 bilhões de litros).

Não é tudo. Em novembro, o Programa Brasileiro de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) ultrapassou a marca simbólica de 8 bilhões de litros de biodiesel fabricados desde o início da produção comercial em 2005.

Embora, essas sejam marcas simbólicas importantes para o programa, elas não vêm sem ressalvas. Em novembro, a indústria produziu cerca de 5,4 milhões de litros menos do que os 224,7 milhões de litros que o edital do 23º leilão de biodiesel da ANP especificava. Os dados da ANP também indicam que, nesse mesmo período, foram vendidos quase 4,48 bilhões de litros de óleo diesel no país o que coloca a demanda efetiva da mistura obrigatória em 223,9 milhões de litros. Ou seja, tivemos um déficit de 4,65 milhões de litros quando comparamos produção e consumo em novembro embora não possa ser descartada a possibilidade dos números atuais acabarem sendo revistos para cima como já aconteceram em outras ocasiões (aqui e aqui).

Contudo, se olharmos para as entregas de biodiesel. De acordo com a 47ª edição do Boletim Mensal dos Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia (MME), as entregas em novembro ficaram em 233 milhões de litros, um resultado positivo tanto em relação ao volume vendido no leilão quanto em relação à demanda efetiva. Para termos de comparação, em outubro a produção foi de 235,1, superando a demanda nos postos em mais de 6 milhões de litros. Já as entregas foram de apenas 222 milhões de litros ficando 7 milhões abaixo da demanda.

Apesar dos dados de entrega indicarem níveis confortáveis de abastecimento do mercado. Tanto em outubro quanto em novembro, a produção das usinas não foi o bastante para atender 100% dos contratos firmados no leilão 23. O cronograma do edital fixava em 224,7 milhões de litros a meta para novembro e em 240,1 milhões para outubro. Ficaram faltando 10 milhões de litros para fechar a conta.

Apesar dos pesares, esse é um resultado bem melhor do que os que vinham sendo registrados em meados do ano.


Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com