Girassol

Piauí aposta no girassol para biocombustível


Embrapa Meio-Norte - 18 jan 2012 - 07:27 - Última atualização em: 27 fev 2012 - 11:37

O Piauí vai trabalhar a partir deste ano, para consolidar a cultura do girassol como mais uma alternativa à produção de biocombustível. O trabalho será desenvolvido pela Embrapa Meio-Norte, por meio do projeto Transferência de Tecnologias e Comunicação para a Produção Sustentável do Girassol no Semiárido Brasileiro. A Unidade vai atuar em várias frentes com um plano de ação e oito atividades, em Teresina e em mais cinco municípios do estado.

No plano de ação, em Teresina, a Unidade vai sistematizar, organizar e disponibilizar todas as informações sobre a cultura do girassol no nordeste brasileiro. Nas atividades, o trabalho será concentrado na implantação de pólos demonstrativos sobre sistemas de produção e na capacitação de produtores e técnicos, com reuniões, cursos, palestras e dias de campo.

Os pólos serão implantados nos municípios de Oeiras, São João do Piauí, Simplício Mendes e São Francisco de Assis, na região sudeste; e Uruçuí, na região sul. Os pesquisadores José Lopes Ribeiro, Danielle Azevedo, Francisco Brito e Paulo Henrique Soares, além dos analistas Pedro Rodrigues Neto, Francisco Monteiro e Orlane Maia, formam a equipe técnica.

O projeto é liderado pela Embrapa Soja, com sede em Londrina, no Paraná, e será executado em todo o nordeste pelas unidades Embrapa Semiárido, Embrapa Tabuleiros Costeiros, Embrapa Algodão, Embrapa Milho e Sorgo e Embrapa Meio-Norte. Participam também das ações a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrí­cola, Instituto Agronômico de Pernambuco e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais. O Projeto é financiado pela Petrobras Biocombustíveisista Fernando Sinimbu

Fernando Sinimbu

Tags: Girassol