BASF
Selo Combustível Social

Programa da Petrobras Biocombustível beneficia 18 mil agricultores


Agência Petrobras - 14 jul 2014 - 09:49 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
PBioSelo 140714
O programa Cultivar da Petrobras Biocombustível beneficiou mais de 18 mil agricultores familiares em seis anos. O trabalho, focado no desenvolvimento agrícola, alcançou pequenos produtores de mamona e girassol no Semiárido, de palma no Pará, e de soja no Rio Grande do Sul, contribuindo para a geração de renda e a consolidação de mercados agrícolas nestas regiões.

No semiárido, estão 85% dos agricultores familiares parceiros da companhia. Nesta região, a Petrobras Biocombustível presta assistência técnica e garante a compra de grãos a preço de mercado, atuando em polos de produção, definidos conforme critérios técnicos e estratégicos do negócio com foco em áreas com aptidão e vocação para produção de oleaginosas. Ao todo, 118 municípios da Bahia, Ceará, Piauí, Pernambuco, Sergipe e Minas Gerais integram o programa. Os agricultores participam ainda de projetos de mecanização da produção e contam com novas tecnologias aplicadas em parceria com entidades de pesquisa.

A companhia – alinhada às exigências do Selo Combustível Social concedido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário pela inclusão da agricultura familiar na produção de oleaginosas – vem estruturando cadeias produtivas agrícolas de suprimento. Na última safra, o programa da Petrobras Biocombustível totalizou uma área de 80,7 mil hectares, abrangendo oito estados do semiárido, além do Rio Grande do Sul. 

No Pará, o projeto de produção de biodiesel a partir de óleo de palma, em desenvolvimento com a Galp Energia, também inclui parcerias com agricultores familiares. Até hoje, já foram celebrados 312 contratos que garantem a compra e assistência técnica gratuita por 25 anos.