047

O início da caminhada


Revista BiodieselBR - 23 set 2015 - 14:00 - Última atualização em: 07 fev 2019 - 12:35
1-credito--Harun-2
Papai nunca gostou dessa conversa de ‘pai do biodiesel’. Para ele, as substâncias químicas são naturais, ninguém as inventa”, lembra Expedito Parente Jr. Gostasse ou não, Expedito Parente – Sênior – acabou entrando para a história brasileira com essa alcunha. Na mitologia do setor dificilmente há narrativa mais solene do que a da invenção do biodiesel pelo engenheiro químico cearense, falecido em 2011. Nas devidas proporções, é o nosso Gênesis. 

A história conta que, durante um final de semana em 1977, Expedito descansava sob a sombra de um ingazeiro em seu sítio no município de Pacoti, quando o formato dos frutos da árvore chamou sua atenção. De repente, sua mente teve um estalo e o formato da molécula de biodiesel surgiu – prontinho – em sua cabeça, qual uma revelação. Menos de uma semana depois, ele não só já tinha dominado o processo de produção como já fazia motores funcionarem com o novo biocombustível. O resultado é que em 1983 o cientista obteve a primeira patente brasileira para a produção de biodiesel em escala.


exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar