008

Cartas do Leitor - edição 08


BiodieselBR - 05 jan 2007 - 13:40 - Última atualização em: 20 dez 2011 - 10:42

"Parabéns pelo sucesso da excelente revista BiodieselBR, que tenho lido com muito interesse e grande proveito."
Antonio Delfim Netto
Economista e ex-ministro da Fazenda



Entrevista

"A entrevista do Sr. Miguel Rossetto (Edição 7, pág. 8) parece um conto de fadas. Certamente a Petrobras, como empresa responsável, seguirá caminhos mais realistas e eficientes. A história da mamona é outro conto de mentirinhas da parte de quem não analisou o passado dessa oleaginosa e/ou deixou se envolver em manobras políticas. Até 1984, o Brasil foi o maior produtor mundial de óleo de mamona, mas perdeu esse mercado para a China e a Índia devido ao elevado custo da mão-deobra (que precisa ser intensiva) e da baixa produtividade no Nordeste, para onde migrou a maior parcela da produção nacional. Sendo um óleo nobre, com preço na ordem de US$ 1.500 a tonelada, somente em situações muito especiais poderia ser destinado à produção de combustível, com valores bastante inferiores."
Sergio Xavier Ferolla
Engenheiro
São José dos Campos - SP



Leilões

"Na matéria dos leilões (Edição 7, pág. 42) poderia ter sido analisado o mercado de biodiesel desde o preço da matéria-prima até o preço do produto final. A soja, como matéria- prima virgem, é hoje a única que tem escala mercadológica, econômica e financeira para produzir biodiesel no mercado brasileiro. Falta uma reportagem que aborde o custo de produção do biodiesel e o custo da matéria-prima utilizada por cada empresa, tanto para compra como para venda."
Carlos Prado
Consultor
São Paulo - SP



Sobre a revista

"A Revista BiodieselBR para mim é uma fonte complementar das informações que diariamente recebo através do site BiodieselBR.com. A leitura do site me atualiza constantemente e a da revista aprimora meus conhecimentos. Meus parabéns pela excelência da publicação."
Odacir Klein
Presidente-Executivo da União Brasileira do Biodiesel - Ubrabio


"A revista BiodieselBR possui temas atuais e uma equipe editorial que possui a competência de publicar matérias importantes e que provocam o debate e a reflexão dos temas abordados. Parabéns pela qualidade e pela forma de abordagem dos temas."
Luciano Piovesan Leme
Diretor-geral da Refinaria Nacional de Petróleo Vegetal - Fusermann
Barbacena - MG


"Achei a 7ª edição da revista uma das mais completas, abrangendo diferentes assuntos. Agora espero que o governo e os grandes empresários também acordem para o potencial do biodiesel feito de óleo de fritura e avaliem suas vantagens. O que falta é incentivo aos pequenos produtores, que é o meu caso."
Paulo Vitor Barretti
Proprietário da Barretti Soluções
Taubaté – SP


"O acompanhamento do programa de biodiesel através da revista BiodieselBR e dos e-mails que recebo do site BiodieselBR.com tem sido de grande importância na minhas decisões sobre investimentos neste setor. Entusiasmado e antevendo um bom negócio, fiz alguns investimentos em terras no Piauí onde a Brasil Ecodiesel se instalava. Nada muito grande, mas para plantar mamona era de bom tamanho. Como bom piauiense e, sobretudo, um mineiro adotado, fiquei com um pé atrás e agora percebo que o biodiesel caminha para o mega-negócio: Petrobras ou multinacionais. Vou continuar com vocês observando os acontecimentos. A revista é de grande qualidade, as reportagens esclarecedoras e o conteúdo técnico bastante elevado."
Helio Ribeiro da Silva
Empresário e engenheiro aposentado
Belo Horizonte - MG



Microalgas

"Vejam a diferença de produtividade das microalgas em relação às demais matérias-primas e, no entanto, ainda mal saímos da superficialidade em termos de pesquisa. Estamos esperando que alguém no mundo tome a iniciativa. Precisamos saltar na frente e fazer igual ao que foi feito com a cana-de-açúcar no Brasil."
José Vendruscolo
Engenheiro agrônomo e professor
Goiânia - GO



Erramos


Na última edição, a reportagem “Laissez-faire” sobre os leilões de biodiesel apresentou valores incorretos na tabela com os resultados dos leilões. Na coluna do total arrematado por usina, há erros nos valores de quatro usinas. Abaixo os dados corrigidos:

Usina Total arrematado
Bertin – SP 51.200
Ecodiesel –RS 164.000
Ecodiesel – TO 125.500
Comanche – BA 46.000

O total vendido pelas usinas é de 2,282 bilhões de litros e não 2,272 como foi publicado. A tabela com esses valores corrigidos encontra-se no endereço:
www.biodieselbr.com/x/erramos/7