Releilões de biodiesel

Petrobras fatura 79 milhões em novo releilão de biodiesel


BiodieselBR.com - 04 jan 2012 - 16:10 - Última atualização em: 27 fev 2012 - 00:44

A ANP divulgou essa semana o resultado do releilão realizado pela Petrobras referente ao 24º leilão de biodiesel. Esse resultado tem pelo menos duas funções importantes:  saber quanto custa ter a Petrobras fazendo o papel de atravessadora e quais as usinas de biodiesel tem a preferência das distribuidoras.

Custo Petrobras
No 24º leilão foram comercializados 647 milhões de litros com um preço médio de R$ 2,3328 por litro. No releilão, a Petrobras vendeu 559,613 milhões de litros por um preço médio de R$ 2,4731. O papel de atravessadora a Petrobras custou pouco mais de 14 centavos por litro comercializado, o que garantiu a ela um faturamento de R$ 79,02 milhões de reais. Esse valor é menor que o auferido no releilão passado, onde a Petrobras obteve um ágio de 16 centavos por litro e faturou um total de 106 milhões de reais com a venda de 609,5 milhões de litros. Apesar do ágio menor, o preço final do biodiesel ficou cerca de um centavo acima do valor do releilão anterior. 

As preferidas das distribuidoras
Depois que o resultado do releilão passou a ser divulgado foi possível ter uma ideia mais clara da preferência das distribuidoras pelo biodiesel de determinadas usinas. O porcentual de venda sobre o total ofertado é o fator mais importante. As distribuidoras preferem comprar das usinas que produzem com qualidade, não deixam os caminhões esperando muito tempo e resolvem o eventuais problemas sem criar complicações. Por isso as usinas que tem 100% do biodiesel vendido nos leilões comprado nos releilões mostram alguma vantagem sobre as demais.  Das 34 usinas que participaram do releilão, 19 tiveram todo seu biodiesel comprado. 

Na outra ponta estão as usinas que não se saíram tão bem. Neste releilão, cinco usinas tiveram menos de 50% do seu biodiesel comprado. A Grupal recebeu ofertas em 49,5% do volume vendido no leilão, a Amazombio em 46,1%, a Araguassú em 30%, a Vanguarda da Bahia em 20,2% e a Biocapital em apenas 15%. 

Outro ponto importante para verificar a situação de uma usina perante as distribuidoras é o preço final pago pelo biodiesel daquela usina. Nesse releilão a Cesbra se destacou. Além de vender todo o biodiesel oferecido, a empresa conseguiu o mais alto valor do releilão, R$ 2,6303. Ela também se sobresai na comparação com as usinas da região Sudeste, já que seu preço ficou quase 10 centavos acima da segunda colocada da região, a usina da Petrobras (MG). Na região Sul o preço mais alto ficou por conta da Olfar; na região Centro-Oeste com a Binatural; na Nordeste com a Petrobras CE; e na Norte com a Biotins. 

Dessa vez a Petrobras decidiu deixar de fora do releilão quatro usinas: Bioverde, Fertibom, Innovatti e SP Bio. 

O biodiesel comercializado nesse releilão deverá ser retirado no primeiro trimestre de 2012. 

Resultado do releilão





Usinas que não tiveram seu biodiesel vendido
Usina  Volume 
Bioverde 13.900
Fertibom 2.200
Innovatti 200
SPBio 5.000


Miguel Angelo Vedena - BiodieselBR.com