PUBLICIDADE
cremer
RenovaBio

Fungibilidade, RenovaBio+ e transparência: Confira a lista de propostas para o RenovaBio


NovaCana - 07 out 2022 - 19:31

Diante da importância do RenovaBio, que auxilia no cumprimento das metas nacionais de descarbonização ao incentivar o crescimento do setor de biocombustíveis, o programa teve destaque durante a quinta edição da Conferência NovaCana, realizada nos dias 19 e 20 de setembro, em São Paulo (SP).

Mesmo tendo três anos de funcionamento, o RenovaBio é considerado novo. Ainda assim, governo e setor de combustíveis parecem concordar que ele precisa de ajustes, desde a implementação de novos processos até a atualização de procedimentos já implementados.

Para o coordenador-geral de cana-de-açúcar e agroenergia da secretaria de política agrícola do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Cid Caldas, o RenovaBio ainda está em construção. De acordo com ele, o governo “aposta tudo” no programa que, apesar de não ser perfeito, está em constante evolução.

“Tenham um pouco de paciência porque, no futuro, verão o que nós estamos preparando e discutindo”, afirma Caldas, que completa: “Vai ser muito melhor, não apenas para o setor, mas para o Brasil como um todo”.

O residente da União Nacional do Etanol de Milho (Unem), Guilherme Nolasco, ressalta a questão da cadeia de custódia de grãos. O tema está em estudo há mais de dois anos e, recentemente, recebeu um informe técnico publicado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR