PUBLICIDADE
cremer
Política

Miguel Rossetto retorna ao MDA após oito anos


G1 - 14 mar 2014 - 12:30
Rossetto MDA_1_140314
A Presidência da República confirmou na quinta-feira (13) que o ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Miguel Rossetto irá reassumir a pasta que comandou entre 2003 e 2006, durante o primeiro mandato do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele substituirá Pepe Vargas que vai concorrer à reeleição para o cargo de deputado federal nas eleições de outubro.

Boatos de que Rossetto poderia voltar ao ministério vinham circulando desde o mês passado [http://www.biodieselbr.com/noticias/regulacao/politica/rossetto-voltando-mda-100214.htm]. Desde 2009 ele ocupava a presidência da Petrobras Biocombustível que deverá ser assumida por Alberto Fontes [http://www.biodieselbr.com/noticias/usinas/info/exclusivo-escolhido-sucessor-rossetto-comando-pbio.htm] – atual diretor de biodiesel da companhia.

Assim como Pepe Vargas, atual ministro do Desenvolvimento Agrário, Rossetto é gaúcho e filiado ao PT. O futuro ministro havia deixado a Esplanada dos Ministérios para disputar uma vaga no Senado. Nos últimos anos, ele estava à frente da Petrobras Biocombustíveis.

Fundador
Rossetto é um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, Rossetto integrou a primeira executiva nacional do partido, em 1979. Iniciou sua militância política na década de 1970, organizando a oposição ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Leopoldo (RS) e, entre 1986 e 1992, presidiu o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Polo Petroquímico de Triunfo (RS). Também integrou a executiva estadual da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Em 1982, foi candidato a deputado estadual e, em 1996, elegeu-se deputado federal pelo Rio Grande do Sul. Em 1998, foi eleito vice-governador do estado, na chapa encabeçada por Olívio Dutra. Na gestão seguinte, foi candidato a vice de Tarso Genro, mas os dois acabaram perdendo a eleição.

Reforma
Além de Miguel Rossetto, o Palácio do Planalto anunciou nesta ontem tocas em cinco outros ministérios. Além do MDA, as pastas de Cidades, Agricultura, Turismo, Ciência e Tecnologia e Pesta terão novos ocupantes. 

A posse dos novos ministros está prevista para a segunda-feira (17).

Juliana Braga - G1
Com adaptação BiodieselBR.com