Leilões de biodiesel

O que mudou no 24º leilão de biodiesel


Miguel Angelo Vedana - BiodieselBR - 07 nov 2011 - 12:19 - Última atualização em: 29 fev 2012 - 12:27

O edital do 24º leilão divulgado hoje trouxe significativas mudanças para as usinas, principalmente com relação ao Fator de Ajuste Logístico (FAL), preço máximo do biodiesel e volume comercializado.

O volume que será comprado nesse leilão diminuiu de 700 milhões de litros para 650 milhões. Essa diferença se deve ao menor consumo de diesel no período de entregas, o primeiro trimestre de 2012. Ainda assim o montante é superior aos 600 milhões de litros adquiridos no 20º leilão cujas entregas se deram no mesmo período do ano deste certame.

Esse total fez com que os volumes de cada um dos lotes fossem alterados. Veja como ficou cada um deles:

Região

Lote

Volume (em milhões de litros)

Sul

Lote 1

104

Lote 2

26

Sudeste

Lote 3

217,6

Lote 4

54,4

Centro-Oeste

Lote 5

60,8

Lote 6

15,2

Norte

Lote 7

53,6

Lote 8

13,4

Nordeste

Lote 9

84

Lote 10

21


Apesar de o volume ter diminuído, o número de itens de cada região continua igual e o leilão permanece com 299 itens no total.

Preço máximo
O preço para cada região também está diferente. Dessa vez a distância entre o menor e o maior preço ficou bem menor. No leilão anterior a diferença de preço entre a região Nordeste e a região Centro-Oeste e Sul era de mais de 29 centavos. Agora a diferença entre o preço mais alto da região Norte e o mais alto do Sul é de pouco mais de 14 centavos. Os valores máximos para cada região são:

Sul

R$ 2,4348

Sudeste

R$ 2,4614

Centro-Oeste

R$ 2,4441

Norte

R$ 2,5787

Nordeste

R$ 2,5469


Além da menor variação de preços entre as regiões, o preço do biodiesel subiu. O menor valor para o biodiesel no leilão passado foi de R$ 2,3762, enquanto nesse é de R$ 2,4348. E se considerarmos ainda que o FAL está menor para todos os Estados, o preço médio do biodiesel no leilão 24 deverá ser maior que do leilão anterior.

Fator de Ajuste Logístico
O FAL no 24º leilão ficou menor. Quando comparado com o leilão 23, percebe-se que quase todos os Estados receberam um fator menor. As únicas exceções estão nos Estados do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia para entrega na região Norte que sofreram um acréscimo quase insignificante. Vejam a comparação entre os dois leilões:



A razão para o FAL ter apresentado uma diferença tão grande entre um leilão e outro ainda é desconhecida e provavelmente não será divulgada, já que a ANP costuma não responder esses tipos de questionamentos.

Outros pontos
O edital confirmou a realização do leilão pelo sistema ComprasNet no dia 21 de novembro, conforme adiantado pela BiodieselBR.

Neste leilão não poderão participar as empresas que entregaram menos de 80% do volume vendido no leilão 22. Esta será a primeira disputa que a ANP controlará quais usinas cumpriram seus contratos. Até então essa responsabilidade era da Petrobras, que acabava sendo bastante favorável as usinas, fazendo com que aqueles com entregas abaixo de 50% participassem dos leilões.

A exemplo dos pregões anteriores, as usinas precisam assinar um documento, além do contrato com a distribuidora, declarando que entregarão o biodiesel a partir de produção própria.

Este leilão terá cobertura ao vivo da BiodieselBR.

Miguel Angelo Vedana - BiodieselBR.com
Tags: L24