PUBLICIDADE
CREMER2024 CREMER2024
Motores

Nissan não investirá mais em motores a gasolina e a diesel


Globo Rural - 05 jun 2024 - 12:07

A Nissan deve entrar de vez no segmento de carros elétricos, já que agora não investirá mais em modelos a combustão. Pelo menos é o que afirmou François Bailly, vice-presidente e diretor de planejamento da Nissan na região chamada de AMIEO (África, Oriente Médio, Índia, Europa e Oceania), ao site Drive.

"Nosso futuro é elétrico. O e-Power é um meio de chegar até lá e cada mercado terá seu próprio ritmo. Com certeza não investiremos em um novo powertrain para modelos a combustão", afirmou Bailly.

Ele também ressaltou que, apesar da chegada de novos modelos a combustão, os veículos estão aptos para receberem a tecnologia e-Power no futuro.

A tecnologia e-Power ainda não chegou ao Brasil, mas já está disponível em outros mercados. Por meio do sistema, o veículo é impulsionado por um motor 100% elétrico alimentado por uma bateria. Assim, o e-Power possibilita que o carro seja um híbrido flex com "zero emissão".

O Nissan Kicks e-Power, por exemplo, entrega 136 cv com 28,5 kgfm de torque - e já está disponível no mercado mexicano.

Nissan tem meta para eletrificar carros

No primeiro trimestre deste ano, o CEO da Nissan, Makoto Uchida, informou que a marca lançará ao menos 30 carros novos em mercados ao redor do mundo até 2026. Deste total, 16 modelos serão elétricos.

Apesar do equilíbrio entre o lançamento de modelos a combustão (14) e eletrificados (16), a marca destacou que os investimentos em eletrificação vão aumentar em 70% até 2026.

O objetivo da montadora é lançar 34 modelos eletrificados entre 2024 e 2030, atuando em praticamente todos os segmentos. Assim, o portfólio global da marca será composto por 40% de híbridos e elétricos até 2026 - número que subirá para 60% até 2030.

O Kicks e-Power, por exemplo, deverá ser o primeiro eletrificado da Nissan por aqui. Inclusive, a empresa anunciou o investimento na fábrica brasileira, em Resende (RJ), no ano passado.

Parceria com Honda e Mitsubishi

Uma parceria fechada entre Honda e Nissan terá como foco a produção de carros elétricos com preço acessível. Inicialmente, o projeto deve valer apenas para a China e a ideia é desenvolver métodos para reduzir custos de desenvolvimento e produção.

Assim, com a ampliação da escala, há a possibilidade de produzir (e vender) carros mais baratos. Vale lembrar que a Nissan foi a primeira das primeiras grandes montadoras a apostar em um modelo elétrico, com o lançamento do Leaf, em 2010.

A montadora japonesa também anunciou uma parceria com a Mitsubishi para desenvolver novos carros nos EUA. O foco do acordo será produzir híbridos e elétricos. O CEO Makoto Uchida, inclusive, confirmou a produção de três novos modelos - entre eles, uma picape elétrica. Afinal, é um segmento em que as duas marcas têm tradição com as picapes Frontier e L200 Triton

Adrielle Farias – Estadão Conteúdo