PUBLICIDADE
CREMER2024 CREMER2024
Soja

Preço da soja perde força na bolsa de Chicago


Globo Rural - 18 jun 2024 - 11:35

A soja não dá indícios de que vai se recuperar dos preços baixos registrados recentemente na bolsa de Chicago. Em meio a uma oferta sólida, os contratos da oleaginosa para julho fecharam em queda de 1,86% nesta segunda-feira (17/6), para US$ 11,5775 o bushel.

“Não tem jeito de a soja subir no momento, pois não há nenhum fator de alta. Mesmo que as exportações pendam para o lado americano no segundo semestre, as altas do dólar estão estimulando as vendas do grão brasileiro”, afirma Luiz Pacheco, analista da TF Consultoria Agroeconômica.

Ainda segundo ele, a produção de soja do Brasil em 2023/24, ficou abaixo das expectativas, porém a colheita da Argentina mais que compensou as perdas em solos brasileiros.

“Quando a gente soma a produção do Brasil e Argentina, temos uma produção de 200 milhões de toneladas. Isso é 20 milhões de toneladas a mais que na safra passada [2022/23]. A América do Sul está produzindo bem, e o dólar valorizado tende a jogar para baixo as cotações em Chicago”, pontua o analista.

Diante de todos esses elementos para a soja, Pacheco afirma que a commodity “não volta para os US$ 12 o bushel na bolsa, a não ser que tenha problema com seca nos EUA”. Nesse momento, no entanto, as condições climáticas são favoráveis para a finalização do plantio no país.

Paulo Santos – Globo Rural