Soja

Falta de soja leva indústrias a comprar em MT e Paraguai


Cenário MT - 31 mai 2012 - 09:45 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
Soja-310512Com uma safra de soja muito menor do que o previsto no início da fase de crescimento e com as exportações de soja em um ritmo recorde, aumentam as preocupações com a falta de soja ainda este ano. Como resultado, indústrias já estão tentando usar soja proveniente do Paraguai, mas com sucesso limitado.

O problema do Paraguai é que sua safra de soja foi afetada pelo clima seco, mais ainda, proporcionalmente do que no Brasil ou Argentina. O país perdeu cerca de quatro milhões de toneladas de potencial de produção, deixando apenas 4,5 milhões de toneladas. Com o resultado, o Paraguai só espera exportar três milhões de toneladas, o que seria metade das exportações do ano passado. 

Os estados do Paraná e Rio Grande do Sul normalmente trazem de 600 mil a 700 mil toneladas de soja para manter os processadores operando até o final do ano, mas, em 2012, eles podem ter que buscar pelo menos um milhão de toneladas. O Paraguai é normalmente fonte de 70% a 80% dessa soja adicional, com o restante vindo de Mato Grosso. Este ano, porém, eles podem ter de buscar mais soja do Mato Grosso. Eles preferem comprar do Paraguai em razão de fatores logísticos, como a distância.

Rio Grande do Sul já está prevendo que a demanda de soja pode acabar em 500 mil toneladas, quando o normal seriam 200 mil. Buscar com caminhões a soja de Mato Grosso tem um custo muito alto e produtores de biodiesel gaúchos estão à procura de fontes alternativas de óleos vegetais como canola. Levar soja de Mato Grosso para produzir biodiesel seria muito caro.

No sul do Brasil indústrias já diminuíram suas operações em uma tentativa, mas, mesmo com essas medidas, eles vão ter que buscar mais soja em outros locais. A Cooperativa Cocamar em Maringá, Paraná, estima que a oferta de soja pode começar a correr para fora do estado em setembro e que os novos suprimentos serão do Mato Grosso.

De acordo com a Secretaria de Agricultura do Estado, desde o início do ano, Mato Grosso exportou 44% mais soja do que durante o mesmo período do ano passado. Produtores do estado já venderam aproximadamente 94% da sua produção 2011/12.