PUBLICIDADE
cremer cremer
Soja

Abiove: produção de soja pode atingir 151 mi de T com 42 mi de há em 2022/23


Estadão Conteúdo - 30 ago 2022 - 10:47

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), André Nassar, disse em evento de abertura de safra da Datagro que os primeiros levantamentos junto às associadas indicam uma área plantada de soja na safra 2022/23 próxima de 42 milhões de hectares em 2022/23, com a produção brasileira podendo atingir 151 milhões de toneladas.

Com isso, num cenário otimista, o processamento interno da oleaginosa pode alcançar 49,2 milhões de toneladas em 2022/23, segundo Nassar. O representante assinalou que o Brasil deve exportar mais óleo de soja neste ano, e isso pode significar a continuidade do interesse de importadores no ano que vem. “O mercado de óleo se comportou de forma muito diferente, sustentou o processamento em um momento em que o governo decidiu baixar a mistura de biodiesel”, disse.

Para 2023, a demanda chinesa por óleo de soja ainda é uma incógnita, mas Índia e Bangladesh têm interesse em diversificar fornecedores, segundo Nassar. Conforme o representante, o Brasil cresceu em mercados de exportação em que não atuava tanto e as empresas associadas à Abiove podem querer consolidar essa posição.

Já do lado do farelo, Nassar destacou a abertura do mercado da China, mas ponderou que quanto o país vai comprar depende da sua estratégia. “Pequenas compras chinesas representam enorme volume para a nossa exportação de farelo”, disse.

Quanto às margens, Nassar afirmou que 2022 começou com boas margens e elas foram caindo à medida que o preço da soja subiu. Para o ano que vem, as margens previstas pela indústria devem manter o processamento ou aumentá-lo, “o que é muito positivo para o Brasil”.

O presidente da Aprosoja-SP, Azael Pizzolato Neto, disse que a safra que se inicia é “muito desafiadora” para os produtores. “Apesar dos preços da soja em níveis históricos, quando olhamos a relação de troca, ela é muito ruim”, disse, destacando que sojicultor desembolsa 30 sacas da oleaginosa por tonelada de cloreto de potássio. Conforme o representante, para a safra 2022/23, produtor precisará de uso racional de recursos financeiros e fertilizantes.