PUBLICIDADE
cremer cremer
Sebo bovino

Sebo bovino registra alta de até 7,3%


Scot Consultoria - 07 out 2020 - 10:52

De acordo com informações disponibilizadas pela Scot Consultoria, a valorização do óleo de soja e o aumento do consumo de produtos de higiene em função da pandemia continuam pressionando os preços do sebo bovino no mercado brasileiro.

Segundo levantamento de preços feito pela da consultoria, no Rio Grande do Sul, o produto apresentou alta de 6,3% em sete dias e está cotado, em média, em R$ 5,90/kg, livre de impostos. Já na praça do Brasil Central, o sebo encerrou a última semana valendo, em média, em R$ 5,88/kg, nas mesmas condições, incremento de 7,3% no mesmo período.

A diferença de dois centavos entre os preços praticados nas duas praças é a mais estreita registrada este ano. Observando o histórico de preços deste ano, o sebo no Brasil Central custa cerca de 4,9% menos do que no Rio Grande do Sul.

Para o curto prazo, o viés é de alta, impulsionado pela competição dos setores por essa matéria-prima.

Com adaptação BiodieselBR.com

Tags: Sebo bovino