Sebo bovino

Pressão de baixa faz sebo recuar aos patamares de preço de novembro


BiodieselBR.com - 12 fev 2019 - 14:20

A menor demanda por sebo bovino tem pressionado o mercado e, com isso, nos últimos sete dias os preços recuaram. Desde o começo do ano, as cotações já registraram duas baixas segundo levantamento realizado pela Scot Consultoria.

No Brasil Central, a cotação do coproduto da atividade pecuária recuou cerca 4,2% fechando a semana passada – entre os dias 04 e 08 de fevereiro – valendo R$2,30 por quilo. Desde o começo do ano, os preços nesse mercado recuaram 8%.

Já no Rio Grande do Sul, a movimentação dos preços tem sido semelhante. O quilo da gordura animal encerrou a semana passada negociada a R$2,40. A desvalorização foi de 7,7% frente à semana anterior e de 9,4% desde o começo do ano.

Em ambos os casos, esses são os menores preços praticados desde o começo de novembro.

A expectativa da equipe da Scot Consultoria é de que a demanda siga aquém da oferta, mantendo o viés de baixa no mercado. O aumento da oferta de soja em função do avanço da colheita da oleaginosa deve contribuir para esse efeito.

Com adaptação BiodieselBR.com