Matérias-primas alternativas

[Vídeo] Pesquisador da Unesp transforma óleo de abacate em biodiesel


TV Unesp - 06 mar 2013 - 14:19 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
biodiesel abacate_060313
O professor Manoel Lima de Menezes do Departamento de Química da Unesp apresenta os resultados de sua pesquisa a respeito da extração de óleo partir da polpa do abacate. Apesar do exotismo da ideia, o pesquisador garante que, esse pode ser uma fonte alternativa de matéria-prima para a produção do biodiesel.

Segundo o pesquisador o abacate tem teor de óleo que varia entre 5% a 30% ficando numa média em torno dos 16%. “Esse índice é praticamente igual ao que a soja produz, comparados aqui em nossa região, constatamos 18%”, esclarece acrescentando que um dos maiores obstáculos técnicos é o alto teor de umidade já que a polpa do abacate tem 75% de água, em média, o que afeta o rendimento da extração. “Esse foi um dos desafios que a pesquisa se propôs a solucionar: aperfeiçoar as metodologias de extração para obter melhor rendimento”, finalizou.

A entrevista, no entanto, não explora a viabilidade comercial do biodiesel fabricado a partir dessa matéria-prima. Com o quilo da fruta in natura sendo vendido a R$ 3 em alguns supermercados, fica realmente difícil imaginar uma aplicação prática para a tecnologia.

O segmento de maior interesse da entrevista começa a partir dos 12min e 30 segundos:


Fernando Geloneze e João Moretti – TV Unesp
Com adaptações BiodieselBR.com