Matérias-primas alternativas

PBio e Ceará assinam convênio para a produção de biodiesel de peixe


BiodieselBR.com - 18 dez 2014 - 17:39 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
PbioCeara 181214
Nesta quinta-feira (18), a Petrobras Biocombustível e a Secretaria da Pesca e Aquicultura do Ceará assinaram um convênio para garantir assistência técnica aos piscicultores que atuam nos açudes do Castanhão e Orós. O projeto prevê a produção de biodiesel a partir do óleo produzir a partir de resíduos da piscicultura.

Na mesma ocasião foi firmado o primeiro contrato de compra e venda de Óleos e Gorduras Residuais (OGR) de peixe com a Cooperativa dos Produtores do Curupati que expandirá as alternativas de matérias-primas para o biodiesel produzido pela companhia no Ceará. Esse primeiro contrato envolverá piscicultores que criam tilápias no açude Castanhão. 

Isso ainda fortalecerá a cadeia produtiva do pescado com novos produtos resultantes da extração do óleo. Ou seja, um potencial passivo ambiental vai virar matéria-prima para produção de biodiesel, adubo, ração animal e geração de biogás.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações O Povo