Segurança alimentar

Mercado global de óleos vegetais reforça tendência de alta, FAO


BiodieselBR.com - 06 set 2019 - 08:56

O mercado global de óleos vegetais parece estar mudando de direção. Depois de ter passado os últimos meses flertando com as cotações mínimas num período que se estende por mais de 13 anos, os preços tiveram um repique pronunciado em agosto.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) os preços dos 10 óleos mais negociados no mercado internacional subiram, em média de 5,9%. Essa foi a maior valorização mensal nos últimos três anos.

Com a alta, as cotações atingiram 133,9 pontos renovando sua máxima em 2019 que eram os 133,5 pontos de fevereiro.

Recuperação

Segundo o relatório da agência, os preços refletem uma melhora na demanda global por óleo de palma que derrubou os estoques da commodity na Malásia. Além disso, as condições do clima têm sido pouco favoráveis em várias das principais regiões produtoras da Indonésia criando dúvidas sobre a oferta futura.

Além disso a demanda aquecida do setor de biodiesel na União Europeia associada a um recuo no esmagamento nos Estados Unidos tem colaborado para dar sustentação ao óleo de soja

A alta no mercado de óleos foi compensada por quedas de 6,4% no índice dos cereais e de 4% no do açúcar. Carnes e lácteos tiveram pouca variação. No fim, o Índice FAO teve sua terceira queda seguida fechando em 169,8 – menor valor desde março.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com

Índice FAO mostra que em agosto os óleos vegetais tiveram a maior valorização do ano
 
<div id="highcharts-AZncYLoep"><script src="https://cloud.highcharts.com/inject/AZncYLoep/" defer="defer"></script></div>
 
O mercado global de óleos vegetais parece estar mudando de direção. Depois de ter passado os últimos meses flertando com as cotações mínimas num período que se estende por mais de 13 anos, os preços tiveram um repique pronunciado em agosto.
 
Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) os preços dos 10 óleos mais negociados no mercado internacional subiram, em média de 5,9%. Essa foi a maior valorização mensal nos últimos três anos. 
 
Com a alta, as cotações atingiram 133,9 pontos renovando sua máxima em 2019 que eram os 133,5 pontos de fevereiro.
 
Recuperação
 
Segundo o relatório da agência, os preços refletem uma melhora na demanda global por óleo de palma que derrubou os estoques da commodity na Malásia. Além disso, as condições do clima têm sido pouco favoráveis em várias das principais regiões produtoras da Indonésia criando dúvidas sobre a oferta futura. 
 
Além disso a demanda aquecida do setor de biodiesel na União Europeia associada a um recuo no esmagamento nos Estados Unidos tem colaborado para dar sustentação ao óleo de soja
 
A alta no mercado de óleos foi compensada por quedas de 6,4% no índice dos cereais e de 4% no do açúcar. Carnes e lácteos tiveram pouca variação. No fim, o Índice FAO teve sua terceira queda seguida fechando em 169,8 – menor valor desde março.
 
Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
 
Tags: Fao Indice FAO