EUA

Marinha dos EUA usará biocombustível em navios e aviões


AFP - 08 dez 2011 - 07:00 - Última atualização em: 27 fev 2012 - 13:05

A Marinha dos Estados Unidos, que quer reduzir sua dependência do petróleo, decidiu comprar 1,7 milhão de litros de biocombustível para seus navios e aviões, informou o secretário da Marinha, Ray Mabus.

Esta compra "faz parte do objetivo fixado pelo presidente (Barack) Obama para garantir uma segurança energética maior ao reduzir nossa dependência do petróleo e dos combustíveis fósseis," disse Mabus nesta segunda-feira a jornalistas.

O contrato, fechado pela Agência Logística de Defesa (DLA, siglas em inglês), chega a 12 milhões de dólares divididos entre a Dynamic Fuels, uma empresa conjunta criada pela Tyson Foods e pela Corporação Syntroleum, e a empresa Solazyme.

A Dynamic Fuels produz biocombustível a partir de gordura animal e óleos vegetais que são misturados em 50% com o combustível para aviões tradicional.

A Solazyme produz combustível a partir de algas que depois é misturado com combustível para barcos.

No próximo verão (hemisfério norte) será realizado na costa do Havaí um grande exercício naval. Todos os navios -à exceção dos porta-aviões movido a energia nuclear- e os aviões que participarem usarão 50% de combustível convencional e 50% de biocombustível.

"Para 2016, queremos mobilizar um grupo aeronaval em uma missão habitual de vários meses utilizando 50% de biocombustível para navios e aviões, disse Mabus.

Tags: Eua