Espanha

Espanha limita importação de biodiesel argentino depois de expropriação da YPF


AFP - 20 abr 2012 - 14:29 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
repsol200412
O governo espanhol anunciou nesta sexta-feira que limitará a importação de biodiesel argentino em sinal de protesto pelo projeto de expropriação de 51% da YPF, filial argentina da petroleira espanhola Repsol.

O governo aprovou nesta sexta-feira uma ordem ministerial pela qual será privilegiada a produção das fábricas de refino de biocombustíveis situadas em território espanhol ou comunitário, segundo anunciou a número dois do governo, Soraya Sáenz de Santamaría, ao término do conselho de ministros.

Tomada por iniciativa do ministro espanhol da Indústria, José Manuel Soria, esta decisão, que passa pela adoção de uma ordem ministerial que propicia a compra de biodiesel produzido na União Europeia, será publicada no sábado no Diário Oficial do Estado.

"Trata-se de uma ação que conquistará também um apoio a estas operações de refino por parte de empresas espanholas ou comunitárias e que busca colocá-las em uma situação adequada para poder fornecer este biodiesel em condições que o tornem competitivo", acrescentou.

A balança comercial da Espanha com a Argentina é deficitária. Em 2011, importou produtos argentinos pelo valor de 2,096 bilhões de euros (cerca de 2,77 bilhões de dólares), dos quais 706 milhões de euros corresponderam a biocombustíveis, segundo dados do Instituto Espanhol de Comércio.

A Espanha exportou produtos para a Argentina pelo valor de 1,003 bilhão de euros, segundo a mesma fonte.