Argentina

Estados Unidos vai rever sanções impostas ao biodiesel argentino


BiodieselBR.com - 09 nov 2018 - 18:11

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos atendeu a um pedido da Argentina e vai revisar o processo que levou à cobrança de tarifas antidumping sobre as exportações de biodiesel. No final do mês, o presidente norte-americano, Donald Trump, participará da cúpula do G-20 que acontecerá em Buenos Aires.

Impostas há pouco mais de um ano a pedido de um grupo de fabricantes locais, as tarifas – no montante de 150% -- virtualmente fecharam as portas do mercado norte-americano às usinas argentinas. Em 2017, as exportações de biodiesel renderam US$ 725,8 milhões aos fabricantes do país vizinho.

A Argentina alega que houve uma "mudança de circunstâncias" no mercado, uma vez que os direitos de exportação foram alterados. No ano passado, as exportações de biodiesel estavam isentam de imposto

O CEO da Associação Nacional de Biodiesel (NBB, na sigla em inglês), Donnell Rehagen, classificou a medida como “sem precedentes”. “O Departamento de Comércio não tem base para iniciar essa revisão (...) apenas alguns meses depois de determinar que a Argentina quebrou as regras do comércio internacional criando grandes incertezas para nossa indústria”

O processo de revisão do Departamento de Comércio leva tipicamente 270 dias, isso significa que o resultado final deve sair por volta de agosto do ano que vem.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações Notícias Agrícolas