PUBLICIDADE
cremer cremer
Argentina

Câmara da Argentina aprova proposta que reduz adição de biodiesel


BiodieselBR.com - 05 jul 2021 - 17:20

A participação dos biocombustíveis na matriz de transportes da Argentina está perto sofrer um recuo substancial. Nessa quinta-feira (01), a Câmara de Deputados da Argentina aprovou o projeto de um novo Marco Regulatório de Biocombustíveis que havia sido apresentado em março por parlamentares do bloco Frente de Todos – o mesmo do presidente Alberto Fernández. O texto substitui o Regime de Regulação e Promoção para a Produção e Uso Sustentável de Biocombustíveis que havia sido aprovado em 2006 e está prestes a expirar.

A proposta corta pela metade a adição de biodiesel no óleo diesel de 10% para 5% e ainda abre a possibilidade de que a mistura seja reduzida para 3% quando “o incremento dos preços dos insumos básicos para a elaboração do biodiesel puder distorcer o preço dos combustíveis”. Por outro lado, também abre a possibilidade de elevar o percentual “quando se considera conveniente em função do abastecimento da demanda, da balança comercial, a promoção de investimentos em economias regionais e/ou razões ambientais e técnica”.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR


Tags: Argentina