PUBLICIDADE
CREMER2024 CREMER2024
Notícias

Importação de óleo de palma pela Índia atinge máxima em 4 meses devido a preços competitivos


Reuters - 13 jun 2024 - 09:33

As importações de óleo de palma pela Índia aumentaram 11,6% em maio em relação ao mês anterior, atingindo o nível mais alto em quatro meses, uma vez que o desconto do produto em relação aos óleos rivais levou a compras mais altas, disse um órgão comercial em comunicado nesta quinta-feira.

O aumento das compras de óleo de palma pela Índia, o maior importador mundial de óleos vegetais, pode dar suporte aos futuros de referência do óleo de palma da Malásia.

As importações de óleo de palma da Índia aumentaram para 763.300 toneladas, o maior valor desde janeiro, informou a Associação de Extratores de Solventes da Índia (SEA).

As importações de óleo de soja caíram cerca de 16%, para 324.016 toneladas, e as importações de óleo de girassol aumentaram 75%, para 410.727 toneladas, com um aumento de 16% no total das importações de óleo vegetal para 1,5 milhão de toneladas, informou a SEA.

Os preços do óleo de soja subiram recentemente devido a interrupções no fornecimento dos principais produtores, Argentina e Brasil, enquanto os preços do óleo de girassol subiram devido à queda no fornecimento da região do Mar Negro, disse B.V. Mehta, diretor executivo da SEA.

Os preços do óleo de palma ficaram praticamente estáveis, o que tornou o produto atrativo para os compradores indianos, disse ele.

As importações de óleo de palma bruto foram oferecidas por cerca de 951 dólares a tonelada, incluindo custo, seguro e frete, na Índia no mês passado, enquanto o óleo de soja e o óleo de girassol foram oferecidos por cerca de 1.000 dólares e 987 dólares a tonelada, respectivamente, disse a SEA.

"À medida que o desconto do óleo de palma aumenta, ele se torna ainda mais atrativo para os compradores indianos. Em junho, a Índia poderia comprar mais de 750.000 toneladas", disse um negociante de Mumbai de uma casa de comércio global.

As importações de óleo de soja podem cair para menos de 300.000 toneladas em junho, já que seus preços subiram mais de 60 dólares por tonelada em uma quinzena, disse ele.

A Índia compra óleo de palma principalmente da Indonésia, Malásia e Tailândia, enquanto importa óleo de soja e óleo de girassol da Argentina, Brasil, Rússia e Ucrânia.

Rajendra Jadhav e Swati Verma – Reuters