Em Foco

EUA: UPS adota biodiesel em parte de sua frota


BiodieselBR.com - 06 jun 2011 - 07:04 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

A norte-americana UPS está entre as maiores companhias privadas do mundo do ramo de logística. Ela foi responsável pelo transporte de quase quatro bilhões de volumes em mais de 220 países só no ano passado – com um faturamento de US$ 41 bilhões. Isso qualifica o fato da empresa estar se movendo na direção do biodiesel como uma notícia importante não apenas para os produtores dos Estados Unidos, mas do mundo todo.

No mês passado a UPS começou a usar misturas de biodiesel em seu centro de logística mais importante localizado na cidade norte-americana de Louisville. Só nessa base, a empresa processa mais de 415 mil pacotes por hora e movimenta uma centena de aviões por dia.

A ideia da empresa é começar com B5 e avançar na direção do B20. Para tanto, a empresa instalou um tanque de biodiesel com mais de 110 mil de litros de capacidade para abastecer os quase 200 caminhões e outros equipamentos movidos a diesel que circulam pela base diariamente carregando e descarregando os aviões. Ao contrário do Brasil, o uso de biodiesel não é obrigatório nos EUA.

De acordo com o diretor de sustentabilidade da UPS, Scott Wicker, a introdução do biodiesel nas operações da empresa reduz a dependência em relação aos combustíveis fósseis e contribui para diminuir as emissões geradas pela companhia. “A quantidade de petróleo disponível no mundo é finita, logo é importante que a UPS e outras companhias invistam no uso de combustíveis e tecnologias alternativas, incluindo o biodiesel”, acrescenta o executivo.

Segundo o presidente da Associação Nacional do Biodiesel dos Estados Unidos, Joe Jobe, essa é uma notícia monumental. “O fato de uma gigante como a UPS usar biodiesel não é apenas um incrível voto de confiança, mas um exemplo de que nosso combustível pode ajudar na busca por sustentabilidade dentro das empresas”, diz.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com