PUBLICIDADE
cremer
Biodiesel

Produtores alagoanos recebem orientações sobre cultivo da mamona


Agência Sebrae - 05 set 2008 - 05:33 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:07

Cerca de 100 produtores de mamona de Alagoas participam nesta quinta-feira (4) de 'Dia de Campo' com o especialista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Napoleão Esberard. O evento acontece nas fazendas Capiá e São Pedro, situadas na divisa do município alagoano de Canapi, no interior do Estado, com a cidade pernambucana de Inajá.

Napoleão Esberard vai levar orientações para melhorar o processo de cultivo da mamona. Os produtores receberão orientações teóricas e práticas sobre a forma correta de cultivar a mamona. Serão abordadas técnicas de plantio e combate a pragas. Na oportunidade, os produtores conhecerão a BRS Energia, uma das variedades de mamona existentes no País.

"O cultivo dessa variedade pode ser feito por mecanização, ou seja, com o auxílio de máquinas, o que facilita o trabalho dos plantadores", diz o analista do Sebrae em Alagoas, Luciano Pinheiro.

Em Alagoas, a Embrapa mapeou 33 municípios com condições climáticas para plantar mamona. A cultura ganhou força em 2006, com a implantação do Programa de Biodiesel do Estado de Alagoas (Probiodisel/AL), coordenado pelo Sebrae, Secretaria de Estado do Planejamento e do Orçamento (Seplan) e Secretaria do Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri).

Do início do programa até o momento atual, o número de agricultores que aderiram ao cultivo da mamona consorciado com o de feijão e milho passou de 122 para 486 produtores. Já a área plantada no Estado teve um crescimento de 475%, saltando de 200 hectares para 950 hectares.

O 'Dia de Campo' desta quinta-feira (4) é uma realização do Sebrae e do governo de Alagoas com o apoio da Cooperativa Agropecuária e Industrial de Arapiraca (Copial) e da Cooperativa Agrícola de Santana do Ipanema (Carsil).

Serviço:
Sebrae em Alagoas - (82) 3216-2100 ou (82) 4009-1624