Biodiesel

Biotins quer exportar biodiesel do Tocantins


Agroind - 15 ago 2008 - 06:25 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:07

A Biotins Companhia Produtora de Biodiesel do Tocantins planeja exportar o biocombustível fabricado atualmente a partir de óelo de soja degomado, óleo de cozinha reciclado, sebo bovino e óleo de girassol. A partir de meados de dezembro, a previsão é de que passe a usar o pinhão manso como matéria-prima. Até o final de setembro, a fábrica atende a Petrobrás com a disponibilização de 1,6 milhão de litros.

A empresa trabalha para importar fertilizantes, já produz com padrão europeu de qualidade, tem capacidade para produzir 8 milhões de litros por ano e usa equipamentos de fabricação oriundos da Eslováquia, com tecnologia austríaca. Tem 32 funcionários na área industrial.

O plano agrícola, segundo a assessoria de imprensa da Biotins, conta com 4 mil hectares de área plantada com pinhão no municípios de Paraíso e Caseara, ambos em Tocantins, e dos quais 1 mil hectares são oriundos da agricultura familiar.