Negócio

Replan registra a maior queda na produção de petróleo desde 2010


Click Petróleo e Gás - 28 mai 2020 - 10:51

Em abril, Replan processou 920.092 mil metros cúbicos, número mais baixo desde 2010. Produção de petróleo refinado da maior refinaria da Petrobras foi a menor desde o início da divulgação de dados, em 2000.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a maior refinaria da Petrobras, a Replan, registrou, em abril, o menor índice de petróleo refinado nos últimos dez anos na unidade.

A Replan registrou uma produção no mês de abril de 920.092 metros cúbicos, número mais baixo desde 2010, quando a estrutura processou 908.312 metros cúbicos, também em abril.

A maior produção de Petróleo refinado na Replan aconteceu em novembro de 2013, onde a refinaria registrou um volume de 2.148.457 metros cúbicos. De acordo com a Petrobras, a planta tem capacidade nominal para processar até 69 mil de óleo cru por dia e é responsável por cerca de um quinto da atividade de refino do país.

Nem quando a refinaria operou com a capacidade reduzida, depois de uma explosão seguida de incêndio que afetou uma das linhas de produção, Replan registrou uma produção de Petróleo refinado tão baixo.

A queda significativa na produção de petróleo refinado na Replan foram consequências das medidas que Petrobras teve que tomar por causa da pandemia do novo coronavírus.

Considerando apenas os números de abril, a Replan também registrou queda na produção de alguns derivados de petróleo, como GLP, diesel e gasolina, sendo o pior de toda a série histórica, desde 2000, quando a ANP começou a divulgar os dados.

Flavia Marinho – Click Petróleo e Gás
Com adaptação BiodieselBR.com