Negócio

Replan aumenta produção e registra melhor agosto desde 2015, aponta ANP


G1 - 24 set 2019 - 10:10

A Refinaria de Paulínia (Replan), da Petrobras, registrou em agosto o maior volume de petróleo refinado para o período desde 2015. Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que foram processados 1.712.118m³ no mês.

Agosto/2015: 1.877.263m³
Agosto/2016: 1.591.808m³
Agosto/2017: 1.546.602m³
Agosto/2018: 1.094.526m³
Agosto/2019: 1.712.118m³

O volume registrado também é o maior na comparação mês a mês desde julho de 2018, e recoloca a produção da planta no patamar que havia antes da explosão seguida de incêndio que atingiu uma das linhas de processamento na noite de 20 de agosto de 2018.

A Refinaria de Paulínia voltou a operar com 100% de sua capacidade em 25 de janeiro de 2019, cinco meses após uma das linhas de produção ter sido danificada por uma explosão seguida de incêndio em 20 de agosto de 2018.

Derivados

Responsável por 21% de todo o refino de petróleo do Brasil, a Replan produz gasolina, diesel, querosene de aviação, gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo combustíveis, asfalto e outros derivados.

Esses produtos saem de Paulínia para atender os seguintes mercados:

Interior de São Paulo
Sul de Minas
Triângulo Mineiro
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Rondônia
Acre
Goiás
Brasília (DF)
Tocantins

O que diz a Petrobras?

Procurada para comentar os números, a Petrobras informa, em nota, que a Replan conta "com 100% da sua capacidade nominal para processamento de petróleo" e que o "processamento de carga é feito atendendo a planejamento diário da empresa que considera o conjunto das unidades de refino da companhia."