Negócio

Petrobras prevê produção de óleo e gás de 3,5 milhões até 2024


Estadão Conteúdo - 29 nov 2019 - 10:16

O plano estratégico da Petrobras para os próximos cinco anos, prevê o acréscimo de 200 mil barris de óleo equivalente de petróleo e gás por dia (boe/d) a cada ano.

Com isso, a empresa chegará a 2024 produzindo 3,5 milhões de boe/d. Descontados os volumes reinjetados nos campos, queimados no flare (excesso de gás) e utilizados nas plataformas, a produção livre para comercialização será de 3,2 milhões de boe/d.

No mesmo período, a Petrobras vai extrair 2,9 milhões de barris por dia (bpd) apenas de petróleo.

Para o ano que vem, a estimativa de produção de óleo e gás natural é de 2,7 milhões de boe/d, dos quais 2,4 milhões de boe/d serão comerciais.

Já a produção de petróleo será de 2,2 milhões de bpd.

Em agosto deste ano, a empresa atingiu 3 milhões de boe/d. A meta para o fechamento de 2019 é de 2,7 milhões de boe/d. Portanto, a expectativa é que seja mantido o mesmo nível no ano que vem.

“A produção de óleo deste ano (2020) reflete principalmente as perdas de volumes relacionados ao declínio natural dos campos maduros e à maior concentração de paradas de produção para o aumento da integridade dos sistemas, parcialmente compensados das novas plataformas”, informa o documento.

Em contrapartida, no longo prazo, a perspectiva é de crescimento por conta da entrada em operação de 13 novos sistemas de produção, sobretudo em campos de águas ultraprofundas e no pré-sal, e da estabilização da produção na Bacia de Campos. É esperado crescimento contínuo da curva de produção.