Bio

Ubrabio continua perdendo associados


BiodieselBR.com - 06 jun 2011 - 09:53 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Desde que a União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio) rachou na reunião extraordinária do último dia 13 de maio – ocasião em que cinco dos seis vice-presidentes de seu Conselho Superior e um grupo de usinas anunciou seu desligamento – a associação perdeu 16 usinas. Na semana passada, foi a vez da Caibiense e da Delta engrossarem as fileiras dos dissidentes. Antes disso, a Cesbra oficializou sua saída.

No dia 23 de maio foi publicada uma primeira atualização da lista de associados da Ubrabio após o racha. Logo no dia seguinte, a entidade atualizou seu site alterando a lista anterior.

De lá para cá a Ubrabio sofreu três novas baixas. Primeiro, a Cesbra oficializou seu desligamento da entidade conforme o seu diretor executivo, Carlos Omar Polastri, já havia confirmado publicamente. Na terça-feira passada (31/05) foi a vez da Caibiense, seguida pela Delta, retirada do site na sexta-feira (03/06).

Com as últimas mudanças a Ubrabio perde a representação de mais 204 milhões em litros em termos de capacidade produtiva de biodiesel: 36 milhões da mato-grossense Caibiense; 108 da sul-mato-grossense Delta; e 60 da fluminense Cesbra. Isso marca uma mudança importante do panorama nacional do biodiesel porque, agora, o grupo dos dissidentes passou a somar mais capacidade produtiva do que as usinas representadas pela Ubrabio.

A capacidade autorizada de todas as usinas que permanecem com a Ubrabio somam 2,56 bilhões de litros anuais contra 2,8 bilhões dos dissidentes. Contudo, com 6,2 bilhões de litros de capacidade autorizada pela ANP, nenhum dos dois grupos reúne o setor de forma majoritária.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com