013

Editorial: B20 metropolitano e edição de aniversário


BiodieselBR.com - 18 nov 2007 - 14:41 - Última atualização em: 16 mar 2012 - 14:26


O mercado brasileiro de biodiesel vive atualmente o seu melhor momento, contrastando com a situação delicada dos dois maiores produtores de biodiesel do mundo, Alemanha e EUA. Enquanto os dois líderes confirmam forte queda de produção e insegurança em relação ao futuro, no Brasil diversos sinais comprovam a robustez do setor.

A produção do biocombustível cresce na esteira do B4 implantado em julho. O número de usinas em planejamento e em construção aumenta com as projeções dos índices de ociosidade da indústria. As ampliações das unidades existentes confirmam a boa lucratividade de quem já atua no mercado. Além de tudo isso, a certeza do B5 para o início de 2010 e a possibilidade de novas misturas estimulam ainda mais os investimentos.

E justamente entre essas novas misturas está o B20 metropolitano, foco da reportagem de capa desta edição. A proposta é utilizar 20% de biodiesel no diesel das grandes metrópoles brasileiras. Os benefícios são grandes e é muito difícil encontrar pessoas contrárias a esta idéia. Por isso, são as dificuldades para implantar este projeto que precisam ser amplamente discutidas e superadas a fim de que a população possa usufruir dos benefícios do B20.

Podemos considerar como principais dificuldades o maior preço do biodiesel frente ao diesel e o aumento de NOx com o combustível verde. A primeira questão exigirá esforço conjunto dos diversos atores desta cadeia para aproximar o valor dos dois combustíveis através da redução do lucro, levando assim um ar de melhor qualidade aos centros urbanos com apenas um pequeno aumento de preço para o consumidor. Sobre o NOx, a reportagem da página 40 mostra que é preciso novos estudos que levem em conta a realidade brasileira e que alcancem resultados menos questionáveis. De qualquer maneira, a solução pode estar no uso de catalisadores e em ajustes na injeção dos motores. No caso do Brasil, onde a qualidade do diesel ainda deixa muito a desejar, o combate ao NOx deve fazer parte de uma agenda que vise melhorar a qualidade do diesel como um todo. Nesse sentido, é muito bem-vinda a inclusão do B20 metropolitano junto com as alternativas para redução do NOx, que são muito importantes mesmo sem o maior uso de biodiesel.


Aniversário


Esta edição que o leitor tem em mãos marca os dois anos de circulação da revista. Foram 12 edições de muito empenho e dedicação para levar a você informações confiáveis, sempre almejando uma qualidade editorial equivalente à dos mais conceituados veículos de comunicação do Brasil.

Ser a principal fonte de informação do setor de biodiesel é um enorme privilégio que você nos concedeu e sabemos da responsabilidade que isso implica. Para honrar essa confiança depositada em nosso trabalho, esperamos manter a mesma qualidade e independência que marcaram a trajetória da BiodieselBR até aqui.

Julio Cesar Simczak Vedana
Diretor de Redação