011

Alysson Paulinelli: Dendê e PNPB


BiodieselBR.com - 17 jun 2007 - 08:59 - Última atualização em: 20 jan 2012 - 11:48
Revista BiodieselBR O senhor acredita que o cultivo de dendê em áreas degradadas do bioma amazônico pode ser a solução para a produção nacional de biodiesel?

Alysson Paulinelli
Temos áreas capazes de produzir óleo a um nível razoavelmente competitivo. Só na Amazônia existem mais de 70 milhões de hectares desmatados e quase 20 milhões de hectares degradados. Será que não é hora de pensarmos em recompor isso com o dendê? Eu já tenho visto alguns trabalhos de cultivo de dendê junto com leguminosas. São áreas que estão tendo uma recuperação fabulosa. As áreas, para serem econômicas, precisam ter chuva acima de 2.000 milímetros, e o Brasil tem essas áreas. É o caso de Rondônia, que tem um espaço de mais de 200 mil hectares que poderiam ser utilizados quase de imediato e sem derrubar uma árvore. Até hoje não estou vendo interesse.

A preocupação dos ambientalistas é não transformar esse bioma numa área parecida com a Indonésia e a Malásia, que virou uma monocultura de dendê.

Alysson Paulinelli Mas veja bem, não estou pregando monocultura. Essa região inclusive já tem gado, extração de madeira, muita área degradada, por que então não colocar pesquisa em cima? O dendê tem custos baixos. No atual nível de preço do diesel ele pode ser competitivo sim.

O Brasil, através da Embrapa, vendeu mudas de dendê para a Colômbia e hoje importamos deles o óleo de dendê. O que aconteceu na condução deste cultivo no Brasil?

Alysson Paulinelli Isso é o resultado da falta de políticas públicas. O centro que nós colocamos da Embrapa, de trópicos úmidos, foi buscar o que tinha de melhor lá na Malásia e Indonésia. Fizemos os cruzamentos genéticos aqui, começou a ir bem, mas depois nós saímos e parece que abandonaram. Até os profissionais que estavam treinados, hoje estão em outras áreas. Infelizmente a Estação Experimental do Rio Urubu, no Amazonas, estava completamente abandonada.

Qual sua avaliação do PNPB?

Alysson Paulinelli É um programa que anunciou mas não quis atuar nos pontos principais. O programa é bonito, e diria até bem demagógico. Mas onde está a pesquisa? Eu sou um admirador dessa possibilidade que temos, mas infelizmente está ficando só no papel.