011

Editorial: Desenvolvimento do Biodiesel


BiodieselBR.com - 17 jun 2007 - 08:16 - Última atualização em: 15 mar 2012 - 15:33

A indústria brasileira de biodiesel ainda é muita nova, mas de enorme potencial. Se hoje a competitividade faz este biocombustível ser menos atraente, não é essa a perspectiva para o futuro.

A tradicional curva de aprendizado, comum em diversas áreas, vem se repetindo no biodiesel. De 2004 para cá, desde o surgimento no Brasil de grandes usinas comerciais, a modernização acontece em várias etapas da produção de biodiesel.

A redução de custos e elevação da produtividade, embora lenta, é constante e eventualmente com alguns saltos. Apesar das interferências do preço do petróleo, a tendência é que a disputa entre o diesel e o biodiesel converta-se favorável ao biocombustível.

Um desses exemplos de salto tecnológico pode acontecer em breve e envolve o uso de etanol no biodiesel. Todos sabem que este biocombustível pode ser usado na produção de biodiesel, mas economicamente não tem sido vantajoso. E não o será até o governo resolver incentivar sua utilização, seja através da igualdade tributária em relação ao concorrente metanol ou do maior incentivo ao desenvolvimento das pesquisas. Vocês poderão conferir mais detalhes na reportagem da página 42.

As políticas públicas também estão diretamente relacionadas ao desenvolvimento econômico do biodiesel. Não somente em relação às pesquisas, mas ao incentivo agrícola, área primordial para aumentar a competitividade de plantas alternativas à soja.


Desenvolvimento

Mesmo para um combustível com amplas vantagens e reconhecidamente benéfico para o país, os problemas são naturais e de certa maneira compreensíveis, embora muitas vezes levem mais tempo para serem resolvidos do que deveriam. É nesses momentos que o setor precisa estar unido e a presença de uma associação forte e representativa deve ser sentida.

Com esse objetivo, a BiodieselBR inicia nesta edição uma parceria com a União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio). A partir de agora ela terá uma página dentro da revista, onde divulgará suas atividades, opiniões e contribuições para o setor. É com prazer que dou boas vindas à Ubrabio e seus associados.

Julio Cesar Simczak Vedana
Diretor de Redação