PUBLICIDADE
cremer
Informações

Setor pode ter novos sindicatos a partir de outubro


BiodieselBR.com - 14 set 2012 - 09:12 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
novos sindicatos_130912
A indústria de biodiesel poderá ter mais dois novos sindicatos a partir de outubro. Na quarta-feira (05), foram publicadas no Diário Oficial da União as convocação para as assembleias gerais que irão decidir sobre a criação de duas entidades.

Ambas as convocatórias estão abertas à todos os fabricantes de biodiesel e bioquerosene “com exceção das indústrias produtoras de etanol e biocombustíveis de aviação”. As reuniões servirão para discutir a criação dos sindicatos, a aprovação de seus estatutos sociais e a eleição dos membros integrantes das diretorias e conselhos fiscais.

Quem convocou as reuniões foram a Comissão Pró-Fundação do Sindicato da Indústria do Biodiesel e de Biocombustíveis do Estado de Goiás e do Distrito Federal e a Comissão Pró-Fundação do Sindicato da Indústria do Biodiesel e de Biocombustíveis da Região Norte.

A assembleia do Estado de Goiás e do Distrito Federal vai acontecer no dia 09 de outubro de 2012, às 09 horas em Brasília/DF e foi convocada por Walter Rodrigues De Lima. Já a da Região Norte, foi convocada para o dia 11 de outubro de 2012, às 09 horas em Palmas/TO por Milton Cavichioli Júnior, gerente comercial da Granol.

Capacidade de produção
Com oito usinas, o estado de Goiás é responsável pela terceira maior capacidade instalada de produção de biodiesel do Brasil com 1,2 bilhão de litros. Entre as fabricantes de biodiesel localizadas em Goiás, a que mais produziu até junho deste ano foi a Granol (GO) com 110 milhões de litros.

Já a Região Norte conta com sete usinas distribuídas entre os estados do Tocantins, Rondônia e Pará, responde por 205 milhões de litros da capacidade instalada de produção brasileira. Entre as usinas, a que mais se destacou nos primeiros seis meses do ano pelo volume fabricado foi a B. Ecodiesel (TO) com 17 milhões de litros.

BiodieselBR tentou contato com os responsáveis pelos projetos, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno.

Renata Alves – BiodieselBR.com