PUBLICIDADE
Informações

Setor de biodiesel ganha nova agenda estratégica


BiodieselBR.com - 08 nov 2019 - 18:10

O setor de biodiesel já conta com uma nota agenda estratégica. O documento que delineia ações de longo prazo capazes de acelerar a evolução da indústria no Brasil foi lançado durante o VII Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia e Inovação de Biodiesel (RBTB). O encontro foi realizado esta semana em Florianópolis (SC).

Chamado “Agenda de Inovação para a Cadeia Produtiva do Biodiesel”, o texto foi elaborado por um grupo de trabalho convocado pela Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Oleaginosas e Biodiesel do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Uma primeira versão havia sido apresentada no começo de abril e o texto vinha sendo aprimorado desde então.

Sua principal bandeira é garantir que a mistura obrigatória atinja o B20 dentro dos próximos nove anos. Atualmente existe previsão legal para que o mercado chegue ao B15 até 2023. Para atingir essa meta, será necessária elevar a mistura obrigatória em um ponto percentual por ano até 2028.

Além do aumento da mistura, o GT responsável pelo documento definiu outros quatro alvos a serem atingidos até 2028:

- Fonte alternativas de óleos e gorduras (diferentes de soja e sebo) devem corresponder a 15% das matérias-primas usadas pelas usinas;
- Cerca de um quinto do biodiesel fabricado no país deve vir das regiões Norte e Nordeste;
- O percentual da soja brasileira esmagada pela indústria nacional deve chegar a 65%
- A instalação de pelo menos duas usinas-piloto capazes de operar com matérias-primas de baixa qualidade;

Uma cópia do documento pode ser acessada clicando aqui.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com