Informações

Quatro usinas foram autuadas pela ANP no primeiro semestre


BiodieselBR.com - 16 set 2019 - 08:27 - Última atualização em: 26 set 2019 - 16:46

Um total de quatro usinas de biodiesel foram autuadas por fiscais da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nos primeiros seis meses de 20919. É o que revela o boletim no qual a agência consolida os dados sobre as ações de fiscalização desenvolvidas entre janeiro e junho.

Essas autuações resultaram de um total de 20 ações de fiscalização realizadas em 14 unidades produtivas. Embora esse número não seja tão impressionante frente às 1.654 autuações que foram emitidas pela ANP durante todo o período, percentualmente ele é – 20% de todas ações em usinas de biodiesel terminaram com um auto de infração.

Apenas os segmentos de distribuição (22,2%) e revendas (21,2%) têm resultados similares. Considerados os números totais, a relação fica em 18,3%.

Usinas

De acordo com os dados liberados pela ANP, foram lavrados autos de infração contra a Bunge, a Cofco, a Bianchini e a BSBios.

Bianchini e BSBios tiveram amostras de biodiesel reprovadas em testes de qualidade. Já a Cofco e a Bunge emitiram certificados de qualidade em desacordo com a legislação vigente, sendo que a Bunge ainda teve problemas com sua documentação apresentada. A autuação é o passo incial num processo administrativo que pode acabar com a punição dessas empresas.

Segundo contato da assessoria da BSBios, a empresa está recorrendo e ainda está a espera de um parecer definitivo por parte da ANP.

No mesmo período do ano passado, as usinas de biodiesel sofreram 21 fiscalizações sem que fosse lavrado um único auto de infração contra o setor.

Edição em 26 de setembro - Acrescentada informação sobre o recurso da BSBios.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com