Informações

Grupo ECB relata avanço em usina de HVO que vai construir no Paraguai


BiodieselBR.com - 04 set 2019 - 17:47

O empresário brasileiro do setor de biodiesel, Erasmo Carlos Battistella, esteve na hoje (04) no Paraguai onde teve uma audiência com o presidente Mario Abdo Benítez. A pauta do encontro foi o andamento do projeto de uma usina com capacidade para fabricar 20 mil barris ao dia de óleo vegetal hidrotratado (HVO) e querosene de aviação renovável que a holding do empresário – a ECB Group – pretende construir no país vizinho. O empreendimento havia sido anunciado oficialmente em fevereiro passado.

Batizada de Ômega Green, a previsão é que sejam investidos US$ 800 milhões – cerca de R$ 3,28 bilhões pelo câmbio de hoje – na nova planta. Segundo a ministra paraguaia da Indústria e Comércio, Liz Cramer, este será “o maior investimento privado, em um só projeto, na história do Paraguai”.

Segundo o relato de Battistella ao presidente paraguaio, a usina ficará mesmo na cidade de Villeta, a 45 km de Assunção, conforme as primeiras informações sobre o projeto afirmavam. O terreno já teria sido escolhido e os pedidos de licença ambiental para o início das obras já teriam sido protocolados.

Também já teriam sido definidos dois bancos internacionais que ficarão responsáveis pela estruturação financeira do projeto.

Mais econômica

A usina da Ômega Green gastará muito menos energia do que as projeções iniciais apontavam. As estimativas sobre o consumo de eletricidade da planta foram reduzidas de 300MW para 40 MW.

Os contratos com as empresas fornecedoras de serviços de engenharia e tecnologia responsáveis pelo do complexo foram prometidos para “breve”. No anúncio do projeto a informação era que a estrutura industrial seria fornecida pela Crown Iron Works, ThyssenKrupp e Honeywell UOP.

O prazo para que a obra comece é o primeiro semestre de 2020 e a usina deverá atingir plena capacidade a partir de 2022.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações da assessoria de imprensa