PUBLICIDADE
cremer
Informações

Greve para as obras de usina de biodiesel em Lapa (PR)


O Regional - 01 out 2012 - 09:28 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
greve potencial_280912
As obras de construção da usina de biodiesel da Potencial Petróleo no município de Lapa (PR) foram paralisadas na semana passada após uma greve envolvendo os trabalhadores que atuam no local.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Empresas de Montagem e Manutenção (Sindimont), existem falhas nos registros de contratação. Boa parte dos operários que trabalham na construção da fábrica e estariam sendo registrados pela empresa Intecnial fora das profissões que exercem de fato, o que resultaria num ganho menor.

Cleber Sipriano Oliveira conta que esta há cinco meses na obra, é soldador, mas foi registrado como ajudante e recebe R$ 913 mensais, bem abaixo da remuneração de um soldador que está em torno de 2 mil reais. O sindicato informou que defende a demanda e espera uma revisão de todo processo de contratação e também que vai verificar se o período de contratação não está expirando nos três meses para evitar encargos.

Os trabalhadores também estão cobrando um posicionamento da Prefeitura de Lapa, que é incentivadora do empreendimento. A obra tem conclusão prevista para o final do ano e terá capacidade para produzir 170 milhões de litros de biodiesel por ano. A usina vai gerar 120 empregos diretos e deve aumentar em 30% o PIB municipal.