Informações

Granol investe para ligar planta de Anápolis à Ferrovia Norte-Sul


BiodieselBR.com - 26 ago 2014 - 14:36 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
FerroviaNorteSulGranol 260814
Com a chegada dos trilhos da Ferrovia Norte-Sul até Anápolis (GO), a Granol está se preparando para tirar proveito deste novo modal logístico para baratear o recebimento de soja quanto o escoamento produtos. Embora tenha sido entregue em maio, o trecho que liga a cidade goiana a Palmas (TO) só deverá começar a operar para valer a partir de dezembro.

O grupo industrial vem planejando esse movimento desde 2011 com investimentos que já chegam a R$ 30 milhões. Segundo o gerente da instalação de Anápolis, Osmar Albertini, disse à reportagem da TV Anhanguera serão gastos outros R$ 18 milhões para viabilizar a segunda etapa do projeto que envolve a instalação de equipamentos para o carregamento de farelo de soja. “Tem ainda uma terceira etapa dos investimentos que será a estrutura para o recebimento de soja em grão advindo do norte do estado de Goiás [...] e, também, a expedição de biodiesel pelos vagões-tanque”, adianta.

Em Anápolis, o grupo controla uma unidade de processamento de soja e de uma usina de biodiesel com capacidade instalada para produzir até 371,8 milhões de litros por ano – no ano passado, a usina fabricou pouco mais de 240 milhões de litros.

Norte-Sul
O projeto da Ferrovia Norte-Sul já vem se arrastando há 25 anos. Quando estiver pronta, a linha vai cortar nove estados ligando São Paulo ao Maranhão. Hoje, só o trecho que liga Açailândia (MA) a Palmas (TO) se encontra em operação. 

Um trecho da Norte-Sul a ser inaugurado liga a cidade de Ouro Verde de Goiás (a 30 km de Anápolis) e Estrela D’Oeste (SP) está previsto para ser finalizado em 2015.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações TV Anhanguera