PUBLICIDADE
cremer cremer
Informações

Brasil faz maior exportação de biodiesel em 6 anos e meio


BiodieselBR.com - 12 jul 2022 - 18:50

Mesmo que ainda não tenha a regularidade ou o volume que seria de se desejar, o mercado de exportação parecer estar se tornando uma nova opção para a indústria nacional de biodiesel. Em junho, a setor embarcou 9 mil m³ para clientes de outros países segundo os dados mais recentes do Ministério da Economia.

Embora representem uma parcela relativamente irrisória da produção das usinas brasileiras – menos de 1,7% da quantidade de biodiesel que foi fabricado no mês de maio –, os volumes embarcados em junho foram os maiores em 6 anos e meio.

A última vez que o setor de biodiesel nacional havia exportado tanto foi em dezembro de 2015 quando cerca de 11,5 mil m³ de biocombustível saíram do país.

Somando as exportações do começo do ano até agora, um pouco mais de 19,6 mil m³ de biodiesel já saíram do país. Só isso já basta para fazer de 2022 o melhor ano para o setor no mercado internacional desde 2014.

{viewonly=registered,special}Mesmo que ainda não tenha a regularidade ou o volume que seria de se desejar, o mercado de exportação parecer estar se tornando uma nova opção para a indústria nacional de biodiesel. Em junho, a setor embarcou 9 mil m³ para clientes de outros países segundo os dados mais recentes do Ministério da Economia.

Embora representem uma parcela relativamente irrisória da produção das usinas brasileiras – menos de 1,7% da quantidade de biodiesel que foi fabricado no mês de maio –, os volumes embarcados em junho foram os maiores em 6 anos e meio.

A última vez que o setor de biodiesel nacional havia exportado tanto foi em dezembro de 2015 quando cerca de 11,5 mil m³ de biocombustível saíram do país.

Somando as exportações do começo do ano até agora, um pouco mais de 19,6 mil m³ de biodiesel já saíram do país. Só isso já basta para fazer de 2022 o melhor ano para o setor no mercado internacional desde 2014.

Ele perde apenas para 2013 e 2014 quando as exportações de biodiesel somaram, respectivamente, 38,1 e 39,2 mil m³.

Mais negócios

Segundo o Ministério da Economia, foram feitos quatro embarques ao longo do mês passado – três com destino à Holanda e um para a Índia – o que faz deste o período com maior número de negócios únicos desde que o país fez sua primeira exportação de porte comercial em 2013.

Desde agosto do ano passado, já tivemos cinco meses nos quais as exportações passaram da barreira dos mil m³. Embora não pareça algo tão impressionante; no biênio entre 2013 e 2014 – anos nos quais o Brasil mais exportou biodiesel – foram só 6 meses nessa mesma condição.

Europa

Quase todo o biodiesel exportado pelo país teve como destino final da Holanda. O país europeu respondeu por mais de 98% das exportações de julho.

Foram três vendas: 4 mil m³ origem reportada em São Paulo; 4,3 mil m³ do Rio Grande do Sul e mais 615 m³ do Paraná. Todas as cargas, no entanto, saíram do Porto de Paranaguá (PR).

O carregamento que teve a Índia como destino teve apenas 150 m³ e saiu o Porto de Santos.

Faturamento

As exportações de biodiesel de junho renderam US$ 12,9 milhões aos vendedores – cerca de R$ 70,2 milhões pelo câmbio de hoje (12). Dividido por m³, o valor médio do biodiesel brasileira no mercado internacional foi de US$ 1.429,38 o que corresponde a aproximadamente R$ 7.778,00.

O valor apurado em dólares no mês foi o terceiro maior da história.

No ano como um todo, as vendas de biodiesel já renderam US$ 32,8 milhões ao Brasil praticamente igualando o resultado financeira de 2013 e perto do recorde de US$ 34 milhões de 2014.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com