PUBLICIDADE
Informações

BiodieselBR lança indexador de preços para o biodiesel


BiodieselBR.com - 15 dez 2021 - 16:36 - Última atualização em: 20 dez 2021 - 15:49

Os leilões acabaram e o setor de biodiesel tem só até a próxima segunda-feira (20) para registrar seus contratos de compra ou venda de biodiesel para o primeiro bimestre do ano com a ANP. Essa mudança no modelo de comercialização trouxe um monte de incertezas para usinas e distribuidoras.

Nas últimas semanas, o maior ponto de atrito diz respeito à precificação do biodiesel. As usinas estavam acostumadas a vender com preço fixo por dois meses e as distribuidoras querem passar a comprar com preço variável, fixado em algum momento mais próximo da retirada. Algo que elas já fazem com o etanol.

Para poder ter esse preço variável, contudo, é preciso estabelecer em que bases ele será estabelecido. As usinas de biodiesel sabem muito bem como fazer isso, mas as distribuidoras não. Além disso, mesmo depois de acordadas as bases que irão compor o preço do biodiesel, as distribuidoras terão dificuldades de ter, no primeiro momento, certeza de que o valor acertado é razoável. Algo perfeitamente compreensível já que o preço do biodiesel variou muito no último ano, saindo de R$ 4.450 para quase R$ 6.000 o m³.

Para dar um norte nas negociações, nossa equipe elaborou seu próprio indexador do preço de biodiesel. A partir de hoje (15), a BiodieselBR passa a fornecer um preço de referência para o biodiesel que será atualizado diariamente e poderá servir como base para precificar os contratos de biodiesel.

Além de contar com os valores atualizados, o índice está sendo lançado com um histórico de dois anos o que só foi possível por termos o registro histórico das bases que compõe nosso indexador.

Esses valores históricos são a chave para destravar a contratação de biodiesel. Só assim é possível comparar o preço pago nos últimos 12 leilões com o preço que está sendo pago agora. As distribuidoras poderão não só comparar o indexador com o preço que pagaram, mas também com o preço que as usinas pediram em cada leilão levando em conta a relação de oferta e demanda de cada leilão.

Com o indexador e os preços solicitados por cada fabricantes, as distribuidoras e usinas passam a ter uma forma mais transparente para negociar seus preços.

Como o indexador é calculado?

Para que um indexador possa ser usado com segurança e transparência é preciso que ele seja público e sua fórmula de cálculo seja conhecida e replicável. O indexador BiodieselBR tem essas duas características. Seus valores estão disponíveis no portal BiodieselBR.com para todas as pessoas – sejam assinantes ou não assinantes.

Sua fórmula de cálculo é a seguinte:

(((((Preço do óleo de soja na CME / 0,0453592) + (prêmio do óleo de soja em Paranaguá / 0,0453592) + 9 USD de custos portuários) x 0,9) + (preço de referência do metanol nos EUA x 0,1)) x dólar) /0,880

Em resumo, esta fórmula pega o preço do óleo de soja na CME que é cotado em dólar por libra-peso e o transforma em dólares por tonelada. A mesma conversão é feita com o prêmio do óleo de soja em Paranaguá. Esse dado é obtido com as corretoras brasileiras que negociam óleo de soja, sendo as principais Ary Oleofar, GF, Milton & Thomas, e Polly.

Somando esses dois valores temos o preço por tonelada do óleo de soja e, agora, precisa ser acrescido dos custos portuários – estimados em US$ 9 por tonelada. Isso feito, chegamos ao preço do óleo de soja por tonelada no porto de Paranaguá. Neste ponto, os valores são sempre calculados em dólares.

Na produção de uma tonelada de biodiesel se usa 0,1 tonelada de metanol e 0,9 tonelada de óleo de soja. Por esse motivo, o preço do óleo de soja no porto de Paranaguá é multiplicado por 0,9 e, então, somado ao preço de referência da tonelada de metanol levando juntos aos principais fornecedores do insumo multiplicado por 0,1. O preço do metanol utilizado é uma média do preço público da Methanex e SSC Helm para os EUA e pode ser visto nesses links: Methanex e SCC.

Feito isso, chegamos ao preço da tonelada de biodiesel em dólar e será, finalmente, convertido para reais usando a cotação do dólar do dia. O último passo multiplicar esta cotação pelo peso específico do biodiesel de soja (de 880 kg/m³) para chegarmos ao preço de referência do metro cúbico do biodiesel em Paranaguá.

A opção de basear o Índice BiodieselBR apenas nas cotações do óleo de soja se deve ao fato dos demais óleos e gorduras usados pelas usinas no Brasil serem negociados tendo o óleo de soja como referência.

Os valores de óleo e metanol usados refletem o custo no porto de Paranaguá e não na usina. O óleo vai ficando mais barato à medida que a usinas se distancia do porto ao passo que o metanol vai ficando mais caro. Esse diferencial é um dos maiores motivos para as usinas terem custos de produção diferentes.

Como usar o indexador

O indexador tem como objetivo auxiliar usinas e distribuidoras a negociarem os preços de referência em seus contratos de biodiesel. Esse valor seria fechado com um ágio ou deságio sobre o valor do indexador. Em tese, isso elimina a necessidade de hedge por parte de usinas e distribuidoras uma vez que os preços contratuais acompanham as variações nos custos das matérias-primas e insumos.

O problema, então, passa a ser o percentual de ágio ou deságio sobre o valor do indexador. Nesse caso, a solução é cruzar os preços solicitados e recebidos por cada uma das usinas nos últimos leilões com o valor do indexador naquele período para estimar quanto de ágio ou deságio cada fabricante praticou.

Fazendo um exemplo prático. No leilão para o primeiro bimestre de 2021 (L77), o indexador fechou seu valor no dia anterior à apresentação de preços pelas usinas em R$ 4.238,04 e o preço médio do biodiesel no Rio Grande do Sul ao final da Etapa 3 ficou em R$ 4.300,71. Isso equivale a 101,48% do indexador. Já no L82, o indexador estava em R$ 6.226,83 e o preço médio do RS na Etapa 3 ficou em R$ 5.779,34. Equivalente a 92,81% do indexador.

Essa diferença percentual entre os dois leilões acontece principalmente pela diferença entre expectativa de oferta e demanda. O L77 era um leilão de B12 enquanto o L82 negociou B10.

O preço que as usinas receberam das distribuidoras conta apenas parte da história. A outra parte está no preço que elas ofertaram. Na Etapa 2 de cada leilão, as usinas ofertavam até 3 lotes com preços diferentes. Tipicamente, em um leilão com muito mais oferta que demanda, a oferta 1 tinha o preço mais baixo dando uma ideia do limite inferior ao qual cada fabricantes poderia chegar. Em muitos casos, o preço da oferta 1 estava abaixo do custo da usina na confiança de que a disputa das distribuidoras ao longo do certame levaria a um ágio.

Já o preço da oferta 2 poderia ser considerado como o ponto de breakeven – ou com pequena margem – da usina ofertante. Tudo isso, é claro, falando de modo geral. Uma vez que cada usina tinha sua própria estratégia que podiam, inclusive, variar de leilão a leilão. Por isso, é preciso olhar cada usina individualmente.

O BiodieselDATA tem essas informações prontas desde o L70 para o preço de cada uma das 3 ofertas, para o preço médio na Etapa 3 e para preço médio final de cada uma das usinas participantes. A planilha pode ser acessada pelos assinantes do BiodieselDATA.

Atualização

Inicialmente o Indexador BiodieselBR será atualizado todos os dias informando o valor de fechamento do dia anterior. No começo de 2022 passaremos a fornecer a prévia do indexador em tempo real.

Será uma prévia do indexador porque durante o dia serão atualizados os valores do óleo na CME e a cotação do dólar, ficando de fora o valor do prémio do óleo no Brasil que só é divulgado no final do dia.

Destravando negócios

A ideia por traz desse indexador não foi fazer algo excessivamente complexo com a pretensão de da conta de todas as variáveis nos custos de produção chegando a um valor preciso do preço do biodiesel. A meta era ter um valor de referência replicável e de fácil entendimento.

Comparando o preço do biodiesel com o valor do indexador nos últimos dois anos é possível ter uma ideia bem clara do que aconteceu em 2020 e 2021 com os leilões de biodiesel. E cria condições para que os dois lados do balcão tenham acesso a um indexador com um histórico robusto que torne possível discutir os preços do biodiesel de 2022 em diante.

O histórico de valores do indexador BiodieselBR pode ser acessado por todos aqui. E os assinantes do BiodieselDATA podem acessar aqui o comparativo dos preços de ofertas de cada uma das usinas nos últimos 12 leilões.

Miguel Angelo Vedana – BiodieselBR.com