Glicerina

Glicerina pode substituir suplemento de milho na alimentação de bovinos


Revista Fapemat - 15 jun 2015 - 10:41
GlicerinaMilhoUFMT 150615
A glicerina é um substituto viável para o suplemento de milho usado na alimentação de bovinos. A descoberta é de um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) cujo trabalho contou com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Gosso (Fapemat).

Dados produzidos por uma equipe lidera pelo professor Eduardo Henrique Bevitori Kling de Moraes mostram que, dependendo da época do ano, o coproduto do biodiesel pode substituir integralmente o derivado do milho. Segundo o pesquisador, embora o uso de glicerina na alimentação animal já fosse conhecido, um índice de 100% de substituição não havia sido atestado.

O experimento foi realizado em Sinop [479 km de Cuiabá], no período das águas, entre março e maio de 2013; e na estiagem, entre junho e agosto de 2013. Os dados mostram que durante o período chuvoso quando o gado tem menor necessidade de suplementos, a troca podo ser integral, no estio o índice pode chegar a 66% em função da maior quantidade de sal presente na glicerina.

A utilização da glicerina bruta não sofre resistência dos produtores e o estudo mostrou que não há diferença nos níveis de engorda dos animais.

Quanto à viabilidade econômica, Moraes pondera que isso depende dos valores de comércio da glicerina bruta e do milho. Hoje, o milho sai na vantagem pelo valor e pela facilidade de acesso. A glicerina bruta é fornecida por uma indústria específica.

As conclusões do estudo estão em dois artigos: “Glicerina bruta em suplementos para bovinos de corte a pasto no período seco” e “Glicerina bruta para bovinos de corte em pastejo no período das águas: viabilidade produtiva e econômica”.

Valérya Próspero – Revista Fapemat
Com adaptação BiodieselBR.com