PUBLICIDADE
Releilões de biodiesel

Resultado completo do releilão de biodiesel


BiodieselBR.com - 09 abr 2012 - 15:25
petronect-l25 copy
Com mais de duas semanas de atraso a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou hoje em seu portal o resultado do mais recente releilão de biodiesel realizado pela Petrobras. Segundo os dados divulgados as distribuidoras arremataram um total de 587,9 milhões de litros de biodiesel pelos quais pagaram R$ 1,25 bilhão.

O preço médio do litro do biodiesel vendido pela estatal foi de R$ 2,1381, enquanto o preço pago no leilão por esse biodiesel revendido foi de R$ 2,0354 – com isso o mercado pagou um ágio superior a 10 centavos para cada litro de biodiesel adquirido da Petrobras. O faturamento da estatal com a operação foi de cerca de R$ 60,4 milhões.

Apesar de elevado, esse resultado está bem abaixo do apurado no releilão passado, nele a Petrobras havia embolsado quase 14 centavos por litro, totalizando R$ 79 milhões.

A matemática de um releilão não é exatamente simples. Originalmente o 25º Leilão deveria ter adquirido um total de 700 milhões de litros de biodiesel para atender a demanda da mistura obrigatória durante o 2º trimestre do ano. Desses, apenas 679,4 milhões de litros foram efetivamente homologados pela ANP depois de uma situação complicada que levou à desclassificação da Bionasa que havia vendido 20,6 milhões de litros. Desse total, as distribuidoras adquiriram apenas 588 milhões de litros.

Como já se sabe há algum tempo, nem todo o biodiesel adquirido no leilão é repassado durante o releilão. Seis usinas – Bio Petro, Bioverde, Brejeiro, Fertibom e Grupal – não entraram na disputa, o que deixou de fora do mercado 30,75 milhões de litros. Outros 60,7 milhões colocados à venda, não chegaram a ser adquiridos. Ao todo, 91,4 milhões de litros deixaram de ser comercializados.

O maior ágio foi o pago pelo produto da Biocamp. Em média, o mercado topou pagar R$ 0,28384 a mais por um dos 18,2 milhões de litros vendidos pela usina de Campo Verde (MT). Uma diferença de R$ 5,16 milhões que não vai entrar no bolso da empresa, cujo faturamento estará limitado a R$ 36 milhões durante o próximo trimestre.

Já o menor foi o pago pelo biodiesel fabricado pela Granol de Cachoeira do Sul (RS). Além de pagar apenas R$ 0,0435 a mais por ele, a mercado comprou apenas 19,7 dos 30,7 milhões de litros vendidos pela usina. Se tivesse sido remunerada pelo resultado obtido no releilão, essa unidade da Granol teria faturado apenas R$ 41,6 milhões e não os R$ 63,4 milhões que vai faturar em função das vendas efetuadas no 25º Leilão.

Clique aqui e veja o resultado completo


Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com