RenovaBio

ANP passa a divulgar mais informações sobre lastro de CBios


BiodieselBR.com - 29 jun 2021 - 08:34

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está abrindo uma nova fonte de informações sobre o mercado de Créditos de Descarbonização (CBios). Na tarde desta segunda-feira (28), entrou no ar uma nova plataforma dinâmica com dados tirados da Plataforma CBio que mostra a quantidade de títulos que já contam com o devido lastro, mas ainda precisam ser escriturados antes de chegarem à B3. A divulgação deste dado pode ajudar os agentes a entenderem melhor o fluxo de novos CBios em seu caminho até o mercado.

Os dados disponíveis já mostram que há um pouco mais de 14 milhões de CBios com emissão autorizada pela ANP contra 12,1 milhões de títulos que já foram emitidos. Isso indica que há um represamento de 1,92 milhão créditos que poderão ser colocados no mercado.

Por biocombustível

A plataforma também permite analisar o peso dos diferentes biocombustíveis no mercado.

A indústria sucroalcooleira é – de longe – a melhor posicionada. No primeiro semestre, os produtores de etanol acumularem lastro o suficiente para emitir 12,1 milhões de CBios. Ao preço médio de R$ 30,39 por título, isso deve render até R$ 367 milhões.

Já os fabricantes de biodiesel somam 1,93 milhão de CBios. São R$ 58,8 milhões em faturamento adicional para os fabricantes.

Bem atrás temos o setor de biometano – fonte que ainda está dando seus primeiros passos no país – que emitiram apenas 35,6 mil unidades de janeiro a junho. Isso pode render um pouco menos de R$ 1,1 milhão.

O painel da ANP pode ser acessado clicando aqui.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações da assessoria de imprensa da ANP