PUBLICIDADE
cremer
Política

Em busca de apoio do agro, Lula vai propor aumento de etanol na gasolina


UOL - 07 out 2022 - 09:19

Após perder de Bolsonaro em grande parte das regiões do agronegócio e ver a frente parlamentar da Agricultura na Câmara declarar apoio formal ao presidente no segundo turno, Lula fará acenos ao agro, sendo um deles ao setor sucroenergético.

Em encontro em São Paulo nos próximos dias, o ex-presidente Lula dirá aos produtores que pretende aumentar a mistura de etanol na gasolina, e que dará prioridade aos programas RenovaBio e de biodiesel.

Recentemente, o governo Bolsonaro propôs mudanças no programa RenovaBio. As propostas desagradaram o setor de biocombustíveis.

“Este será um dos acenos ao setor e, olhando para frente, para a transição energética com os veículos a hidrogênio movidos a etanol”, disse o senador Carlos Fávaro (PSD-MT), coordenador da campanha de Lula no Mato Grosso e um dos interlocutores com o agronegócio.

Fávaro disse que a campanha não deve ter uma carta ao povo brasileiro direcionada ao agro, mas continuará construindo pontes com o produtor. “Não vamos dialogar com o pistoleiro, grileiro, escravagista, mas com o produtor, e esse sabe como foi o governo Lula para o agronegócio. Nosso diálogo é maior. Há os produtores radicais, mas há o produtor sustentável, e é nele que concentramos nossas energias”.

Nesta quarta-feira, 5, Lula recebeu dois apoios importantes e que devem ajudar a virar votos no setor do agronegócio, das senadoras Simone Tebet (MDB), do Mato Grosso do Sul, e Kátia Abreu (PP), do Tocantins.

Mariana Londres – UOL