PUBLICIDADE
cremer
Política

Câmara ouve Petrobras sobre suspeita em compra de usinas de biodiesel


Agência Câmara - 17 dez 2013 - 09:54 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
PBio Heinze_171213
A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural investiga a suspeita de sobrepreço pago pela Petrobras Biocombustível na compra de usinas de biodiesel. O tema será debatido na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (17) em audiência pública pedida pelo deputado Luiz Carlos Heinze (PP-RS).

Em setembro de 2009, a Petrobras pagou R$ 55 milhões na compra de metade da Indústria e Comércio de Biodiesel Sul, a BSBios, em Marialva, no Paraná. Dois anos depois, a estatal teria pago mais R$ 200 milhões na aquisição de metade de outra unidade da BSBios, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Segundo Heinze, esses montantes pagos pela Petrobras estariam acima do valor de mercado e seriam suficientes até para a construção de duas novas usinas.

"Se eu for construir hoje uma usina de biodiesel do porte da que a Petrobras comprou, seria um valor bem menor do que o valor que pagaram por 50% da empresa. Então, o que eu quero do ministro de Minas de Energia e do presidente da Petrobras Biocombustíveis é uma explicação: por que aconteceu esta compra e qual a razão de termos um valor bem maior que o preço de mercado?", questiona o deputado gaúcho.

Em entrevista à revista Veja, Heinze disse ter documentos sigilosos que seriam usados, na audiência, para confrontar o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. A convocação do ministro foi transformada em convite, mas, por enquanto, está confirmada a presença apenas do presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, que virá também na condição de representante do ministério.

A audiência está marcada para acontecer às 14h30.

Com adaptação BiodieselBR.com