Leilões de biodiesel

Diretoria da ANP homologa resultado do L69


BiodieselBR.com - 31 out 2019 - 18:29 - Última atualização em: 01 nov 2019 - 09:56

A diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) homologou o resultado final do Leilão 69. O tema constava na pauta da reunião do órgão que aconteceu na tarde desta quinta-feira (31), último dia antes das entregas do biodiesel vendido no certame serem iniciadas.

Realizado entre os dias 09 e 11 de outubro, o L69 arrematou o biodiesel que será usado para abastecer o mercado brasileiro ao longo do último bimestre do ano. As entregas, portanto, devem começar a partir de amanhã (01). Acontece que sem a homologação publicado no Diário Oficial da União – o que só deverá acontecer a partir de amanhã – as usinas e a Petrobras não podem fechar os contratos que oficializam os resultados.

Essa não será a primeira vez que a ANP demora para homologação o resultado de um leilão de biodiesel obrigando o mercado a operar na informalidade.

A despeito desse problema, a homologação o L69 não trará novidades. O leilão arrematou um total de 1.061,2 milhares de m³ de biodiesel puro para uso nos mercados de mistura compulsória e autorizativa ao longo dos meses de novembro e dezembro.

Embora o volume comprado tenha sido menor do que no L68, em termos faturamento o L69 foi recorde com uma movimentação financeira total de R$ 3,29 bilhões.

Uma cópia da homologação publicado no DOU pode ser baixada clicando aqui.

Atualização em 01 de novembro - O aviso de homologação do L69 foi publicado no DOU. O texto foi modificado para refletir essa informação.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com