Leilões de biodiesel

Brasilcom manifesta apoio a decisão da ANP sobre o L75


BiodieselBR.com - 17 ago 2020 - 16:50

A BRASILCOM, Federação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Gás Natural e Biocombustíveis, divulgou na tarde hoje um comunicado sobre sua posição quanto ao cancelamento do da Etapa 3 do 75º Leilão de Biodiesel. Na nota a entidade, que representa 41 distribuidoras, manifestou seu "incondicional apoio às medidas de redução temporária do percentual de biodiesel (B100) no diesel e ao cancelamento da Fase 3 do L75".

O comunicado reforça ainda que não apenas a oferta de B12 no L75 ficou abaixo da demanda, como também o mesmo pode acontecer em agosto. Para a entidade "medidas necessárias e urgentes que precisam ser tomadas para manter o equilíbrio de abastecimento ainda no mês de agosto."

Veja abaixo a íntegra do comunicado:

A Federação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Gás Natural e Biocombustíveis – BRASILCOM e a Associação das Distribuidoras de Combustíveis – BRASILCOM, vêm a público externar o seu incondicional apoio às medidas de redução temporária do percentual de biodiesel (B100) no diesel e ao cancelamento da Fase 3 do L75 (75o Leilão de Biodiesel) determinados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em conjunto com o Ministério de Minas e Energia (MME), buscando desta forma garantir o abastecimento, afetado pela provável insuficiência de oferta de biodiesel neste mais recente leilão e interrompendo uma espiral de subida do preço do biodiesel devido à evidente sub oferta deste produto em relação à demanda do mercado.

A adoção de tais providências são oportunas e revestem-se de coragem, coesão e do equilíbrio exigido de uma Agência Reguladora atenta ao mercado e à proteção do consumidor quanto a preço e oferta dos produtos.

Em tempo, e com fulcro nas mesmas condições que levaram ao cancelamento e à redução do percentual de mistura de B100, a BRASILCOM manifesta a sua preocupação quanto das medidas necessárias e urgentes que precisam ser tomadas para manter o equilíbrio de abastecimento ainda no mês de agosto.

Ao final, ressalta-se que a BRASILCOM tem como premissa a luta constante por um mercado justo, isonomicamente regulado e sem assimetrias, zelando fortemente pela constante defesa da livre concorrência e da livre iniciativa, princípios estes norteadores do salutar jogo de competição de mercado, garantindo o fornecimento de combustíveis em todo o território nacional com melhores preços, qualidade do produto e ofertas ao consumidor.

Miguel Angelo Vedana - BiodieselBR.com